Salvador: Secretário Municipal prevê compra emergencial de kits de intubação para garantir medicamentos a cidade

Uma notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (22). O secretário municipal da Saúde de Salvador, Leo Prates, em entrevista hoje ao Jornal da Cidade, alegou ser “inegável” a falta dos kits de intubação, mas que haverá uma compra emergencial desses kits para garantir medicamentos a todas as unidades de saúde da cidade.

“Eu acredito que se todas as unidades precisarem de mim, eu tenho estoque para 10 dias. Porém, para tranquilizar as pessoas, estamos lançando uma compra emergencial grande. Estamos com a ata de registro de preço em pleno vigor aqui na Secretaria de Saúde — ata de registro de preço é aquela licitação que o vencedor a grosso modo ganha por preço unitário do medicamento e a gente pede conforme a demanda”.

Léo Prates concluiu revelando que o mês de abril será bastante duro. Segundo ele, é pretendido vacinar todos os idosos com mais de 60 anos na cidade até abril por conta do pico da doença, mas que a demora do Ministério da Saúde em iniciar a vacinação da influenza tem lhe deixado frustrado.

“Esse é o meu sonho porque vai começar um período crítico, e a gente conversava isso com o Ministério, com o ministro Pazuello, mas confesso que me sinto frustrado porque de nada adiantou. A gente pedia a antecipação da vacinação da influenza em um mês aqui para o Nordeste para poder evitar o pico de doenças respiratórias em idosos. A gente está correndo com a vacinação de 60 anos e estamos nos preparando porque o Ministério sinalizou para apenas o dia 12 de abril o início da vacinação contra a influenza. Então, sinal que a gente vai ter um mês bastante duro no mês de abril”, finalizou Prates.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Regional.

Comente: