Pastor diz em redes sociais que a vacina CoronaVac causa câncer e possui HIV e Ministério público pede responsabilização civil e criminal

Nessa quarta-feira (16) circulou nas redes sociais um vídeo que o pastor Davi Góes espalha Fake News sobre a vacina chinesa CoronaVac. Pastor do Ministério Canaã da Assembleia de Deus em Fortaleza, Davi afirmou no vídeo que a vacina pode causar câncer e possui o HIV dentro dela.

“Muitas pessoas vão morrer de câncer, achando que foi câncer porque comeu alguma coisa, porque foi hereditário, porque tem família, por causa de um tumor, mas na verdade foi por causa da vacina. Depois que essa substância entrar no nosso organismo vai atingir o nosso DNA, um cientista francês disse que até HIV tem dentro dela”, afirmou, sem nenhuma prova.

Assim, os Centros e promotorias do Ministério Público do Ceará (MPCE) pediram que o pastor fosse responsabilizado civil e criminalmente por espalhar notícias falsas sobre a vacina chinesa.

Segundo o MPCE, a conduta do pastor fere a lei de contravenções penais sobre provocar alarde, anunciar desastre ou perigo inexistente, praticar ato capaz de produzir pânico ou tumulto. Além disso, o líder religioso também fere uma lei estadual que responsabiliza quem dissemina notícias falsas relativas à pandemia de Covid-19 regulamentada em maio deste ano.

O pastor está sendo investigado e pode responder criminalmente pelos seus atos.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: