Exame de jovem que mandou áudio antes de morrer dá negativo para Covid-19 e gera reviravolta

A história do jovem que gravou um áudio antecipando a própria morte foi um dos assuntos mais debatidos nas últimas semanas. Leandro Santos de Azevedo, de 19 anos, que estaria com Covid-19, afirmou para a namorada que funcionários o entubariam e desligariam os aparelhos. Contudo, uma grande reviravolta aconteceu nesta quarta-feira, dia 8, após o exame dele dar negativo para a doença.

No áudio enviado para a sua namorada, Leandro disse “Vão me entubar todo aqui… E vão desligar os aparelhos.” Logo em seguida, o jovem tosse. Nas mensagens seguintes, ele afirmou que um paciente num leito próximo ao dele estaria com os aparelhos desligados e mandou uma foto.

Após a sua internação no dia 28, o jovem chegou a fugir da UPA onde estava, reafirmando que corria riscos. No dia 30, ele foi convencido a ser internado novamente, desta vez num Hospital de Campanha. Pouco tempo depois, ele acabou tendo uma piora muito rápida e não resistiu.

Diante da polêmica repercussão do caso, a empresa que administra o hospital explicou que a versão relatada pelo jovem “não procede” e que pacientes com baixos níveis de oxigenação, um dos sintomas da Covid-19, costumam ficar com a consciência alterada e com confusão mental, podendo interpretar situações de maneira equivocada.

Entretanto, o resultado de um exame realizado na Unidade de Pronto Atendimento da Avenida San Martin, em Salvador, pontuou que o o jovem Leandro não estava infectado pela doença. Essa informação trouxe ainda mais questionamentos em torno do caso. A família do rapaz está tomando as providências cabíveis na justiça para elucidar o que de fato aconteceu. A namorada de Leandro contou o que aconteceu quando ele fugiu Leia Mais.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: