Clipe de Luísa Sonza e Dj Pedro Sampaio é vetado pelo Youtube para menores de 18 anos

Uma notícia está sendo destaque neste domingo (16). O YouTube vetou, no último sábado, o clipe da funkeira Luísa Sonza e do DJ Pedro Sampaio, para menores de 18 anos. Segundo a plataforma, o clipe “Atenção” é considerado conteúdo indevido, explícito e classificação etária.

“Quem viu o clipe sabe que entregamos uma estética incrível, conceito, coreografia e magia. Estamos levando arte e alegria no clipe!”, disse Pedro Sampaio.

O clipe traz a temática da “Fantástica Fábrica de Chocolate” e contou com a participação do ator que interpretou o Oompa-Loompa no filme. Pela análise dos internautas, a sensualidade do clipe foi o principal fator para o veto do Youtube, associado a temática infantil do filme.

Luísa Sonza também se pronunciou a respeito da decisão da plataforma. “E outra, a responsabilidade pelas crianças são dos pais, não dos artistas. A gente está fazendo nossa música pra dançar, com coreografia, com bunda SIM. Nos divertimos e gostamos. Se não, não faria tanto sucesso como faz. Cabe aos pais decidirem o que a criança pode ou não assistir”.

O clipe foi lançado na última sexta-feira e fez grande sucesso. Em 24h depois de lançado, já acumulava em torno de 2 milhões de visualizações. O clipe está disponível no canal do Dj Pedro Sampaio e chama-se “Atenção”.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

Bolsonaro tem vários vídeos retirados do ar pela equipe do YouTube após ser enquadrado nas políticas de desinformação

Mesmo sabendo que a Organização Mundial de Saúde (OMS), informou que a Hidroxicloroquina e a ivermectina são ineficazes contra o novo coronavírus. O atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), continua insistindo nesse “Kit Covid”. Entretanto, nesta sexta-feira (23), a plataforma digital, Youtube, derrubou vários vídeos do presidente do seu canal, alegando “violação das políticas de desinformação médica sobre a Covid-19”.

O Youtube já havia retirado na segunda-feira (19/04), um vídeo do Bolsonaro, onde ele declara o apoio a todos que fizessem uso dos medicamentos, em uma medida de tratamento precoce. Entretanto , profissionais da área da saúde, já informaram que os remédios são totalmente ineficazes contra o combate ao Covid-19, que já ceifou mais de 300 mil vidas brasileiras.

Após ter atualizado suas políticas de uso,a plataforma, informou que não aceitará conteúdos que propaguem qualquer tipo de desinformação, o que tenha relação com o uso do “kit Covid” , ou que anuncie algum tipo de cura milagrosa contra o novo coronavírus.

“Atualizamos nossas políticas de informações médicas incorretas sobre a Covid-19. Com isso, ao menos que haja contexto educacional, documental, científico ou artístico suficiente, a plataforma passou a remover vídeos que recomendam o uso de ivermectina ou hidroxicloroquina para o tratamento ou prevenção da Covid-19, fora dos ensaios clínicos, ou que afirmam que essas substâncias são eficazes e seguras no tratamento ou prevenção da doença”, disse o YouTube em nota na última segunda-feira. informou o Youtube, em nota.

E acrescentou reafirmando o seu compromisso com a (OMS) “também não é permitido o envio de conteúdo que dissemine informações médicas incorretas que contrariem as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS)”.

O que Jair Bolsonaro disse em seus dos vídeo ?

“Eu tomei, e deu certo. Eu tô muito bem, graças a Deus. E aqueles que criticam, pelo menos apresentem uma alternativa. Ora, não dá certo a hidroxicloroquina, você tem que tomar a ivermectina ou então a anitta, que é outra também que está muito comentada por aí, e que são eficazes no tratamento do coronavírus”, disse ele em uma das suas lives em 2020.

“Nós temos relatos de centenas de médicos no Brasil e de centenas e centenas de pessoas, que foram infectadas, e foram tratadas com isso [hidroxicloroquina e ivermectina] e deu certo”, deu continuidade.

“O que que tem no hospital? O respirador. Salva gente? Salva gente, sim, salva gente, mas tem que se evitar aí o intubamento da pessoa. Evita-se como? Numa primeira fase, o tratamento, que é a tal da hidroxicloroquina, ivermectina e anitta, entre outras coisas, vitamina D, azitromicina. Hoje os médicos sabem disso, se o teu médico fala que não, você tem o direito de procurar outro médico.” falou no dia 10 de dezembro de 2020.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.