Vítima do desabamento de prateleiras em mercado tirou sua última foto minutos antes do acidente

A tragédia ocorrida em um supermercado de São Luís, capital do Maranhão, culminou com a morte de Elane de Oliveira Rodrigues, de 20 anos. A funcionária do local estava próxima ao término do expediente de trabalho.

O caso foi registrado no Supermercado Mix Mateus Atacarejo, e consistiu no desabamento de gôndolas carregas de mercadoria.

A partir das câmeras de segurança do local é possível identificar que o acidente foi provocado por uma empilhadeira. Ao derrubar uma das prateleiras, acabou provocando um efeito dominó, levando outras três ao chão.

Quem estava nas proximidades acabou ficando soterrado, resultando em outras oito pessoas feridas, além da morte de Elane.

O óbito foi confirmado na madrugada deste sábado (3). A jovem chegou a ser socorrida, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Em entrevista ao portal Metrópoles, os familiares da vítima recordam o entusiasmo que Elane apresentava, em virtude da consolidação da vaga no emprego. “Ela estava tão feliz com a vaga de emprego, pois tinha pouco tempo que ela tinha na empresa”, conta Ruan Alysson, primo da vítima.

A jovem trabalhava como repositora de mercadorias no supermercado havia três meses. Ainda segundo o primo da vítima, a foto na qual aparece vestindo o uniforme da empresa foi tirada no dia da tragédia.

Elane morava com o pai em São Luís. Sua mãe e mais dois irmãos, com 17 e 25 anos, moram em Viseu, cidade do interior do Maranhão onde ela nasceu.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Nacional.

20 meses após estouro de barragem, Corpo é encontrado em Brumadinho

tragedia

Um corpo foi encontrado durante as buscas em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta terça-feira (29), vinte meses após o rompimento da barragem de Córrego do Feijão, da Vale, que matou 270 pessoas. Onze delas nunca foram encontradas.

De acordo com o G1, um total de 59 militares e 128 máquinas participam da operação. O corpo foi encontrado em área batizada de Esperança II, a mais de 2 quilômetros de distância do local do rompimento.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a probabilidade para encontrar vítimas no local é grande.

Porém, ainda não há informações se o corpo é de uma das onze vítimas que continuam desaparecidas.

No início do mês, as equipes localizaram uma caminhonete que era procurada pelo Corpo de Bombeiros desde o primeiro dia de buscas pelas vítimas do rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.