Suzane, Anna Jatobá e Elize Matsunaga deixam presídio em saidinha temporária e devem retornar na próxima segunda-feira (20)

Uma notícia tem gerado muitos debates nas redes sociais nesta terça-feira (14). O Poder Judiciário autorizou Suzane Von Richthofen, Anna Carolina Jatobá e Elize Matsunaga a deixarem a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, SP, em razão do benefício da ‘saidinha temporária’. As mulheres deixaram o presídio quase que ao mesmo tempo nesta terça-feira, e devem retornar à unidade prisional na próxima segunda-feira (20).

Suzane cumpre pena por tirar a vida dos pais em 2002. Já Anna Carolina pela morte da enteada Isabella Nardoni em 2008. Elize Matsunaga está presa por matar e esquartejar o marido Marcos Matsunaga em 2012.Elize exibiu um cartaz com uma mensagem para a filha antes de deixar o presídio e entrar em um táxi: ‘Te amarei além da vida’. A menina vive sob a tutela dos avós paternos e não tem contato com a mãe. As detentas deixaram o presídio usando máscaras de proteção contra o coronavírus.

O benefício da ‘saidinha temporária’ é dado a presos que tenham bom comportamento e que já cumpriram uma parte da pena e fazem parte do regime semiaberto. As detentas ainda deverão se beneficiar com uma saidinha temporária que acontecerá entre o natal e ano novo, conforme calendário estabelecido pela justiça.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Susane Von Richthofen e mais duas detentas, foram beneficiadas com uma “saidinha ” temporária, até o dia 24 de maio

Uma notícia está sendo destaque nesta semana. Pois Suzane Von Richthofen, que foi condenada por matar os pais em 2002, saiu da prisão nesta terça-feira (18). Ela foi beneficiada por uma “saidinha” temporária. E deve ficar em liberdade até o dia 24 de maio, retornando para a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier em Tremembé (SP).

Segundo o portal Metrópoles, Suzane deixou a penitenciária feminina por volta das 8h25 da manhã, assim como outras presas. Richthofen estava usando máscara para se proteger da Covid-19, e se encontrou com uma mulher assim que deixou a unidade.

Em 2015, Suzane conseguiu progressão do regime fechado para o semiaberto. Em março de 2016 ela foi beneficiada com  a saída temporária de Páscoa.

De acordo com o portal, Além de Suzane, outras detentas também tiveram o direito à saída temporária, são elas, a Anna Carolina Jatobá, que foi condenada pela morte da enteada Isabela Nardoni, e Elize Matsunaga, que foi condenada por matar e esquartejar o marido Marcos Matsunaga, todas deixaram o presídio temporariamente, nesta terça-feira (18).

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Suzane von Richthofen sai da penitenciaria para “saidinha” de fim de ano

Suzane von Richthofen, presa em 2002 por planejar o assassinato dos próprios pais, saiu da prisão na manhã dessa terça-feira (22) na “saidinha” de fim de ano. Essa será a primeira e única saída dos presos em regime semiaberto.

A mulher deve ficar solta até o dia 5 de janeiro, quando deve retornar à Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier em Tremembé (SP).

Os presos do regime semiaberto perderam o benefício de “saidinha” devido à pandemia do coronavírus. Em março o benefício foi cancelado oficialmente. Assim, diversos presídios do estado de São Paulo se revoltaram e tiveram rebeliões.

A mulher saiu por volta das 8h da manhã. Ela utilizava máscara de proteção contra o coronavírus na saída da unidade. Ela se encontrou com uma mulher na saída do presidio e entrou em um carro para sair do local.

Suzane obteve o direito a regime semiaberto em outubro de 2015, devido ao seu bom comportamento. A primeira saída de Von Richthfen foi em marco de 2016, quando ela saiu para a o feriado de páscoa.

Além de Suzane von Richthofen, diversos outros presos “famosos” foram liberados para passar as festas de fim de ano em liberdade. Assim, Anna Carolina Jatoba, condenada por matar Isabela Nardoni, e Elize Matsunaga, condenada por matar e esquartejar o marido Marcos Matsunaga, também foram liberadas temporariamente.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque.