Mãe de criança sobrevivente do atentado a creche em SC quebra silêncio e desabafa: “Nasceu de novo”

Um depoimento sobre o caso que chocou o Brasil na última chamou a atenção dos internautas nesta manhã de terça-feira (11). A mãe do menino de 1 anos e 8 meses, que sobreviveu ao ataque a creche em Saudades, no Oeste catarinense, retornou a sua casa após receber alta do hospital.

A família do garoto fez uma recepção calorosa com Amigos, vizinhos e familiares para receber a criança, que sobreviveu a golpes de facão que atingiram principalmente seu rosto.

“Estamos muito felizes. Queremos agradecer primeiramente a Deus por termos o Henryque de volta. Melhor dia das mães. Henryque nasceu de novo”, afirmou a mãe do garoto.

O jovem Henryque foi a única vítima sobrevivente do atentado. De acordo com seu pai, Diego Hubler, a primeira noite do garoto em casa foi tranquila, mas com alguns problemas.

“Ele dormiu bem, acordou algumas vezes, mas é normal, por causa dos ferimentos”, afirmou.

O menino de quase 2 anos ficou 5 dias internado no Hospital da Criança de Chapecó. Ele sofreu ferimentos na bochecha, lábios, barriga, além da perfuração de um dos pulmões. Devido a gravidade dos ferimentos, Henryque passou por uma cirurgia e chegou a ficar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Bebê que ficou gravemente ferido, é o único sobrevivente em ataque a creche de Santa Catarina : “Você é um guerreiro”

Uma notícia tem sido destaque nesta sexta-feira (7). Isso porque, uma das vítimas do ataque à creche de Saudades, que deixou cinco pessoas mortas, está internado no Hospital da Criança de Chapecó (SC). O bebê que tem apenas 1 ano e 8 meses, apesar de ainda estar bastante ferido, já apresentou melhoras.

Nesta sexta-feira (07), o pai do Henryque, Diego Hübler, compartilhou uma foto do menino, mostrando o seu processo de recuperação da saúde, em uma sala de enfermaria com uma mensagem na parede : “Você é um guerreiro”.

“Primeiramente, [queria] agradecer a todas as pessoas que estão orando pelo Henryque e pelos pais e familiares que perderam seus filhos […] obrigado a todos”, agradeçeu.

Segundo o portal G1, o bebê Heryque, foi golpeado, na bochecha, nos lábios, na barriga e teve um dos pulmões perfurado pela mesma espada ninja que o adolescente usou para assassinar as duas professoras e três crianças, na creche.

“O médico falou que, se nós tivéssemos esperado dez minutos até que os bombeiros chegassem, a criança não iria se salvar” disse o idoso Ailton Biazebeti. que ajudou no resgates

Ainda de acordo com o portal, a criança já fez uma cirurgia e passou um período na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Ele está no quarto e agora é o processo de recuperação, vai levar alguns dias. Mas, assim, graças a Deus, está correndo tudo bem. Temos que agradecer a todo o pessoal que está orando, que continue orando. Também peço que continuem e orem pelas famílias que perderam seus filhos”, informou o pai do bebê, Diego.

O adolescente que cometeu o crime está internado no Hospital Regional do Oeste. E de acordo com o último boletim médico que foi divulgado, ele teve que passar por uma cirurgia, mas não corre risco de vida. depois de cometido o crime, o jovem deu golpes com espada contra o seu próprio corpo, chegando em estado  grave no hospital.

Segundo a Polícia Civil, no momento, o objetivo principal é esperar o rapaz receber alta para que possa ser questionado sobre os seus atos.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após sobreviver ao trágico voo da Chapecoense, Mecânico fica vivo após grave acidente em estrada que deixou 21 mortos

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quarta-feira (3). O boliviano Edwin Tumiri, que foi uma das seis pessoas que sobreviveram ao trágico acidente aéreo com o time da Chapecoense em novembro de 2016, saiu vivo de um grave acidente rodoviário que deixou dezenas de mortos na Bolívia.

Em 2016, o rapaz servia como mecânico de aviões para a aeronave que caiu.

Edwin era um dos passageiros de um ônibus que capotou em um barranco ao sair da estrada na região de Cochabamba, no centro da Bolívia. Entre as 45 pessoas que estavam no carro, 21 morreram devido à queda de 150 metros enquanto 24 ficaram feridas.

Em entrevista, A irmã de Erwin, Lucía Tumiri, contou ao jornal Los Tiempos o estado de saúde do irmão: “está estável e mais uma vez se salvou”. De acordo com a família, o rapaz não teve ferimentos no joelho e no ombro, e segue internado em um hospital da região.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.