Lula admite candidatura à presidência em 2022 e dispara: “Não podemos ficar à mercê de um governo irresponsável”

As palavras de um ex-presidente chamaram a atenção nesta sexta-feira (19). Isso porque Luís Inácio Lula da Silva falou sobre a sua suposta candidatura presidencial na próxima campanha, em 2022.

Sem dúvidas, Lula se consagrou como um dos políticos mais conhecidos no Brasil e no mundo, goste-se dele ou não. Contudo, na última disputa presidencial os simpatizantes de Lula não puderam votar nele, já que ele teve seus direitos políticos cassados após ser condenado e preso, não podendo ocupar cargos públicos por longos anos. Todavia, recentemente a situação de Lula ganhou novas possibilidades.

Diante das mensagens analisadas na Operação Spoofing, a defesa de Lula ganhou a chance de alegar que o ex-presidente acabou condenado de maneira imparcial após um suposto conluio entre o ex-juiz Sergio Moro e procuradores. Então, agora Lula se mostrou disposto a uma futura candidatura. Em entrevista ao portal UOL, Lula disse que pode ser candidato à presidência em 2022 e enfatizou: “Não podemos ficar à mercê de um governo irresponsável[…]Se for necessário para derrotar o bolsonarismo, estou à disposição.” Contudo, algumas questões precisam de resolução para que isso seja possível para ele.

Para Lula concorrer à presidência, o Supremo Tribunal Federal (STF) teria que constatar que realmente ocorreram imparcialidades no processo em que Lula foi Condenado, gerando a suspeição do então juiz, na época, Sergio Moro. Entretanto, ainda existe outra “pedra” no caminho de Lula. O caso do sítio de Atibaia, no qual Lula é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, ainda segue em processo na Justiça. Diante disso, não se sabe quando, ou se, Lula terá seus direitos políticos de volta. Além disso, ainda segundo a entrevista, Lula Afirmou que foi vítima da “maior mentira já contada no país” e voltou a afirmar que sofreu perseguição nos casos em que é acusado.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.