Feira de Santana: Dois irmãos foram mortos por disparos de arma de fogo após irem ao campo em que estavam jogando futebol

Uma notícia tem sido destaque entre os meios de comunicação neste sábado (15). Isso, porque dois irmãos foram mortos por disparos de arma de fogo.

O caso aconteceu na noite da última sexta-feira (14), na cidade de Feira de Santana, localizada a 116 Km da capital baiana, por volta das 21h, na Vila Pedestre D, nos fundos do Sitio Canaã, no conjunto Viveiros.

Os irmãos Geovani Brito de Jesus, 22 anos, que era conhecido como Tico, e Josevan Brito de Jesus, 20 anos, foram mortos por disparos de arma de fogo. De acordo com a polícia, até o momento a autoria do crime é desconhecida. O delegado Luiz Osório Nobre efetuou os levantamentos cadavérico das vítimas, juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT e policiais civis. Os corpos foram encaminhados para o [órgão para serem necropsiados.

Uma irmã das vítimas informou que os jovens haviam retornado ao campo do bairro, onde estavam jogando futebol, para buscar uma bamba de encher boa que tinham esquecido no local. Ao chegarem no campo, foram mortos a tiros.

“Eu estava em casa quando recebi a notícia, já era 21h30. Fui pra onde eles moram, quando cheguei lá, conversei com os amigos deles que estavam no campo e me informaram que eles estavam jogando, o jogo havia terminado e eles tinham ido pra casa do meu primo. Chegando lá, eles deram falta da bomba, e o rapaz que é dono da bomba ligou pra um dos meus irmãos, pedindo a bomba. Então eles resolveram buscar a bomba no campo, que eles haviam esquecido. Quando chegaram lá, aconteceu essa tragédia, deram esses tiros neles e eles morreram no local. Uma sandália também foi encontrada no meio do campo, que um correu para defender o outro quando ouviu os disparos”, afirmou a irmã.

Ela acredita que as mortes ocorreram em virtude da guerra de facções no bairro Viveiros, porém disse que os irmãos eram pessoas inocentes e que não tinham envolvimento com o tráfico de drogas.

“Muita guerra lá no Viveiros de facção. Meus irmãos eram inocentes. Eles eram exemplares, tinham boa índole, uma boa educação. Um trabalhava num lava jato, Geovane, e o outro estava desempregados. Eles moravam com minha mãe e outro irmão. Eles gostavam muito de jogar futebol e nunca havia acontecido nada. Eles sempre jogavam nesse campo. Deram falta pelo horário que eles saíram, escureceu e eles não voltaram. Aí os amigos foram atrás e quando chegaram no campo viram os corpos jogados no chão. Foi aí que a notícia começou a espalhar e um dos amigos deles gravou um vídeo”, contou.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Irmão mata a irmã durante briga por máquina de lavar e outros eletrodomésticos e por muito pouco não é linchado

Uma notícia chocante está sendo destaque nesta segunda-feira (29). Uma briga entre irmãos por causa, principalmente, de uma máquina de lavar, acabou na morte de Lúcia Oliveira de Sá, de 47 anos, pelo próprio irmão.

O crime aconteceu na manhã do último sábado, em Aparecida de Goiânia, no Jardim Luiz. A briga entre os irmãos aconteceu por conta de uma máquina de lavar, eletrodomésticos e roupas. Lúcia foi morta a facadas no tórax e abdômen e o corpo ainda apresentava lesões nas mãos e braços. O irmão ainda feriu uma outra irmã e na tentativa de fuga, por muito pouco não foi linchado.

O caso revoltou os familiares e moradores da região, que se juntaram ao redor da casa. O homem tentou fugir, mas foi agredido e quase linchado. Dentre as agressões que ele sofreu, estavam golpes na cabeça e pedradas pelo corpo. A PM chegou ao local e apartou a situação. Ele foi levado para o hospital, depois autuado em flagrante e encontra-se preso.

Segundo as informações do delegado do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da cidade, a discussão entre os dois começou por um motivo fútil. Ao tentar se defender, Lúcia pegou uma faca para revidar os golpes do irmão, mas não conseguiu. Uma outra irmã tentou defender a mulher, mas já era tarde e terminou com um ferimento na mão.

O homem ainda foi ouvindo durante o flagrante, mas estava ferido e meio inconsciente, sem condições de dar um depoimento. “Ele não foi interrogado, ainda, porque não tinha condições. Ele foi agredido na cabeça. Levou pedrada, paulada. Foi ouvido no flagrante só. Terei que ouvi-lo ainda”, disse o delegado.

O corpo da mulher foi levado para o IML, mas ainda não se tem o laudo. A audiência de custódia, realizada nesta segunda, manteve a prisão do suspeito.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Irmão mata a irmã durante briga por máquina de lavar e outros eletrodomésticos e por muito pouco não é linchado

Uma notícia chocante está sendo destaque nesta segunda-feira (29). Uma briga entre irmãos por causa, principalmente, de uma máquina de lavar, acabou na morte de Lúcia Oliveira de Sá, de 47 anos, pelo próprio irmão.

O crime aconteceu na manhã do último sábado, em Aparecida de Goiânia, no Jardim Luiz. A briga entre os irmãos aconteceu por conta de uma máquina de lavar, eletrodomésticos e roupas. Lúcia foi morta a facadas no tórax e abdômen e o corpo ainda apresentava lesões nas mãos e braços. O irmão ainda feriu uma outra irmã e na tentativa de fuga, por muito pouco não foi linchado.

O caso revoltou os familiares e moradores da região, que se juntaram ao redor da casa. O homem tentou fugir, mas foi agredido e quase linchado. Dentre as agressões que ele sofreu, estavam golpes na cabeça e pedradas pelo corpo. A PM chegou ao local e apartou a situação. Ele foi levado para o hospital, depois autuado em flagrante e encontra-se preso.

Segundo as informações do delegado do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da cidade, a discussão entre os dois começou por um motivo fútil. Ao tentar se defender, Lúcia pegou uma faca para revidar os golpes do irmão, mas não conseguiu. Uma outra irmã tentou defender a mulher, mas já era tarde e terminou com um ferimento na mão.

O homem ainda foi ouvindo durante o flagrante, mas estava ferido e meio inconsciente, sem condições de dar um depoimento. “Ele não foi interrogado, ainda, porque não tinha condições. Ele foi agredido na cabeça. Levou pedrada, paulada. Foi ouvido no flagrante só. Terei que ouvi-lo ainda”, disse o delegado.

O corpo da mulher foi levado para o IML, mas ainda não se tem o laudo. A audiência de custódia, realizada nesta segunda, manteve a prisão do suspeito.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Irmãos, um PM e um bombeiro morrem de Covid-19 com apenas seis dias de diferença

Uma triste notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (15). Dois irmãos, um PM e um bombeiro, morreram de covid-19 com apenas seis dias de diferença, no município de Catalão, no sul goiano. O policial Ariovaldo Camargo, de 41 anos, morreu neste sábado (13/3), e o seu irmão, o bombeiro militar Adelson Camargo, 44, faleceu dia 07 deste mês.

O PM estava internado em uma UTI desde o dia 26 de fevereiro e foi sepultado no último sábado. Ariovaldo era casado e tinha uma filha de 3 anos. Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte do sargento que prestou serviço por 18 anos à corporação.

O irmão, bombeiro Adelson, era lotado no 10º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Catalão, e de acordo com informações da prefeitura, ele estava internado em um hospital particular da cidade.

O município de Catalão registrou apenas na última sexta-feira 6.491 casos de covid e 194 óbitos. Em todo o estado de Goiás mais de 400 mil casos já foram confirmados.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.