Enquanto vacinavam idosos, duas técnicas de enfermagem acabam sendo atropeladas em drive-thru

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (10).Um acidente envolvendo duas técnicas de enfermagem nesta sexta-feira (9), na cidade de São Sebastião do Passé, na Bahia, causou muita comoção. A cidade que fica 67 km distante se Salvador, está empenhada na campanha de vacinação contra a covid 19 por meio de seus órgão e agentes de saúde que sofreram desfalque ontem no momento da vacinação. A campanha que estava sendo realizada em um posto de drive-thru precisou ser interrompida por conta do acidente.

Pessoas que estavam no local registraram toda ação por meio de vídeo enquanto uma das profissionais ficou presa sob o veículo e o condutor precisou acionar a ré com bastante cuidado para que a técnica pudesse ser retirada. Enquanto uma equipe médica não chegava para a emergência, enfermeiros presentes prestaram os primeiros socorros.

A Secretaria de Saúde do município informou por meio de nota que o atropelamento foi ocasionado por um idoso que estava na fila para ser imunizado. Ainda de acordo o órgão, o idoso teria perdido o controle do veículo. As profissionais foram levadas para o Hospital Municipal Albino Leitão com algumas escoriações. De acordo com o boletim o quadro de saúde das técnicas de enfermagem está estável mas segue sob acompanhamento médico. A prefeitura não informou sobre possível investigação policial e nem sobre a reabertura do local para a vacinação.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Regional.

Aos 85 anos idosa morre depois de ser atacada por dois pit-bulls que conseguiram fugir da casa vizinha

Uma notícia triste tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (4). Lucille Downer, 85 anos, foi morta por dois cães da raça pit-bull nessa sexta-feira (2), no bairro de Birmingham, Inglaterra. Os cães fizeram um buraco na cerca e passaram para o terreno vizinho atacando a idosa que faleceu no local. 

De acordo com informações trazidas pelo jornal Daily Mail, a idosa Lucille Downer sofria de demência e foi atingida várias vezes na região do pescoço. Vizinhos escutaram os gritos de Lucille, mas não puderam ajudar. 

Depois que equipes de salvamento e policiais estiveram no local foi necessário a utilização de tranquilizantes nos cães, porém a idosa já estava sem vida. 

A matéria afirma que o dono dos cães é um homem de 43 anos que foi levado para ser interrogado. Segundo as investigações, os animais invadiram o quintal da idosa por meio de buraco na grade de proteção que foi trocada recentemente pelo dono. 

A Polícia de West Midlands, lamentou a morte da idosa e se solidarizou com família e amigos e afirmou que o corpo da idosa passará por autópsia para a confirmação da morte de Lucille Downer.  

Da Redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Internacional.

Rio do Pires: Profissional da saúde causa revolta ao furar braço de idosa e não aplicar a vacina e acaba afastada após repercussão do caso

Nesta quinta-feira (25) um caso repercutiu não apenas por toda a Bahia, mas também por todo o país. Isso porque um registro feito numa cidade do interior do estado causou grande revolta.

Sem dúvida, o momento da vacinação contra a covid-19 é um dos mais aguardados pelas pessoas da terceira idade. Ser marcado como “grupo de risco” não é nada bom para a saúde mental de um público que já lida com tantas outras questões inerentes a essa fase da vida. Contudo, nem todas as pessoas têm essa consciência e escolhem agir em detrimento dos idosos. Dessa vez, uma técnica de enfermagem da cidade de Rio do Pires acabou afastada pelo que fez.

Um vídeo, que está circulando amplamente nas redes sociais, mostra o momento em que a profissional da saúde da cidade de Rio do Pires não aplica o imunizante numa idosa, mesmo após realizar a assepsia e inserir a agulha em seu braço. Curiosamente, ela agiu diferente com o próximo idoso da fila. Logo em seguida, esse senhor chega para receber a vacina e a mulher realiza a injeção do imunizante corretamente, como deveria fazer com todos.

Após tomar conhecimento do ocorrido, a prefeitura determinou o afastamento imediato da técnica de enfermagem e iniciou uma investigação sobre o caso. Para corrigir o erro, uma equipe de profissionais se dirigiu até a casa da idosa e fez uma aplicação da vacina. Até o momento não se sabe o que motivou tamanha irresponsabilidade.

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Exemplo de heroísmo: Técnico de enfermagem atravessa rio para aplicar vacina em idosa de 78 anos

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (25). João Bezerra da Silva, 34 anos, técnico de enfermagem, mostrou grande profissionalismo e trouxe uma dose extra de esperança diante do momento delicado em razão da pandemia. O profissional atravessou um rio para levar a vacina a uma idosa de 78 anos de idade dando seguimento à campanha de vacinação contra a covid 19 em Monteiro, município de Cariri da Paraíba. O lema de João é ” Cada dose aplicada é uma família menos preocupada”. 

“A gente faz o possível para levar uma dose de esperança pra essa população que mais é necessitada, principalmente da zona rural”, afirmou. 

João já estava acostumado com deslocamentos para locais remotos e dias atípicos de trabalho. O caso aconteceu na terça-feira (23), e além do técnico de enfermagem toda uma equipe foi deslocada. Depois da notícia que a estrada estava interditada e uma paciente ficaria sem a dose da vacina, João não pensou duas vezes acerca do que deveria fazer. 

Determinado, João verificou a altura da água e pediu que avisassem a idosa para esperar às margens do rio. Ergueu as barras da calça, retirou os sapatos e mostrou firmeza ao carregar as caixas térmicas com as vacinas indo até a idosa.  

“Pra mim, foi recompensador. Tinha duas acompanhantes com ela. Elas [as três] ficaram pulando de alegria. Não acreditavam que a gente [ele e o agente de saúde] ia atravessar. E eu disse ‘a senhora não vai esperar o rio baixar’. A alegria dela, o sorriso não tem preço”, comentou. 

De acordo com João, se a idosa não fosse vacinada naquele momento, seriam necessários dois meses até o rio baixar suas águas. “Nenhum obstáculo vai ser o suficiente pra nos impedir. Sempre com a proteção de Deus, sempre com muito cuidado”, afirmou. 

João mora em Sertânia, Pernambuco, e percorre quase 60 km em uma motocicleta para trabalhar em Monteiro. “Chego em casa e vou dormir já pensando em ir trabalhar no dia seguinte para levar amor e carinho a quem necessita”, comentou. “É gratificante. Energia pra trabalhar o resto da semana todinha”, lembrou. 

João foi vacinado em janeiro deste ano e reforça os cuidados a serem tomados para combater a covid 19. Sua esposa, colega de profissão, também já foi vacinada. 

 

Da Redação do Acontece na Bahia 

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.