Ex-presidente procurada pela polícia tenta se esconder dentro de cama box mas acaba encontrada e detida durante vistoria

Uma situação bastante inusitada tomou as redes neste sábado (13). Isso porque uma ex-presidente procurada pela polícia acabou presa. Mas afinal, o que aconteceu?

A ex-presidente da Bolívia, Jeanine Ánez, acabou detida numa situação um tanto quanto incomum. De acordo com autoridades locais, Jeanine foi encontrada pelos agentes escondida dentro de uma cama box. Quando tudo aconteceu, Jeanine foi detida ainda dentro da própria residência. Ao saber que os policiais estavam em sua casa, ela se escondeu dentro do móvel, mas foi encontrada durante a vistoria dos policiais. Antes disso, suspeitava-se inclusive que ela pudesse ter fugido para o Brasil. Mas por quê ela está sendo procurada?

A ex-presidente é alvo de uma investigação pois está sendo acusada de ter envolvimento na derrubada do, também ex-presidente, Evo Morales, no ano de 2019. Então, o Ministério Público da Bolívia ordenou a prisão de 5 ex-ministros do governo de Jeanine e também expediu um mandado de prisão contra ela, efetuada na última madrugada. Em suas redes sociais, Jeanine se pronunciou e falou sobre perseguição:

“O MAS (partido de Evo Morales e Luis Arce) decidiu voltar ao estilo de ditadura. É uma pena porque a Bolívia não precisa de ditadores, precisa de liberdade e soluções.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Internacional.

Após criar esperança de possível candidatura, ex-presidente Lula desabafa: “Não vou brigar para ser candidato”

Mais uma notícia vem repercutindo nas redes sociais nesta quinta-feira (25). Desta vez foi um comunicado no Twitter feito pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que garantiu não brigar para ser candidato ao pleito de 2022. 

“Se os companheiros dos partidos de esquerda acharem que preciso ser candidato, eu serei. Mas não vou brigar para ser candidato”. Mas não é só isso. 

 “Só não posso falar nunca mais porque no dia que eu falar isso tenho que me aposentar, pedir licença do PT e ir para casa criar codorna”, brincando com o fato de aposentadoria da carreira pública. 

Um assunto bastante controverso e polêmico é uma possível volta de Lula ao cargo de chefe do executivo. Num possível confronto entre Lula e Jair Bolsonaro (sem partido), o petista  leva desvantagem em vários cenários, aponta pesquisa. 

Em pesquisa recente de intenção de voto, realizada em (29/1), Jair Bolsonaro tem 30,5% das intenções de voto ao passo que o ex-ministro Sérgio Moro vem em segundo lugar com 12% das intenções. 

Na terceira posição vem Ciro Gomes (PDT) com 10,6%, seguido de Fernando Haddad 9,5%, Luciano Huck 8,1%, João Doria 5,4%, Guilherme Boulos 3,5% e João Amoedo 2,9% das intenções de voto. 

Em um outro cenário verificado, o atual presidente Jair Bolsonaro confirma à posição anterior e mantém 31% das intenções de voto. Lula pontua 17,3% seguido de Sérgio Moro, que consegue a terceira posição com 12,1%. Ciro Gomes fica com 9,2% das intenções de voto. 

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.