Datena imita Bolsonaro ao vivo e brinca com situação: “Isso aí são tanques em deslocamento”

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta quinta-feira (29). Durante a edição dessa quinta-feira do programa Brasil Urgente, transmitido pela Band, o apresentador José Luiz Datena, em um momento descontraído imitou o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

Em determinado momento da transmissão, o apresentador mostrou a movimentação de tanques de guerra na Marginal Tietê, em São Paulo. Datena aproveitou o momento e fez uma imitação de um dos bordões mais famosos do presidente Bolsonaro.

“Não vai ter golpe, tá ok? Isso aí são tanques em deslocamento”, brincou o apresentador. Mas não é só isso…

Há alguns dias Datena fez uma revelação que chocou os seus fãs ao afirmar ser portador de diabetes gravíssima. Em razão da gravidade da doença, o apresentador disse que precisa de tratamento contínuo com insulina e que gasta o equivalente a RS 2 mil com medicamentos.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

“Não posso garantir se vou disputar as eleições do ano que vem”, dispara Bolsonaro durante entrevista a rádio baiana

Nesta quinta-feira (29), um caso voltou à tona com uma força considerável. Trata-se de uma declaração feita pelo líder do executivo.

O presidente Jair Bolsonaro repetiu, na última quarta-feira (28), que não sabe ainda se participará da próxima disputa eleitoral. Contudo, ações recentes dele indicam o início de uma articulação que vão contra essas declarações. Em entrevista à Rádio Cidade Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, uma das poucas cidades dentre as que Bolsonaro teve maioria de votos no estado, ele afirmou:

“Quanto à política: eu não quero entrar em muitos detalhes agora, porque a preocupação é realmente administrar o Brasil. É natural, obviamente, eu tenho que ter um partido político. Não sei se vou disputar as eleições do ano que vem, devo disputar, não posso garantir.”

Mas não termina aí. Bolsonaro tem procurado por um partido para se aliar, já que continua sem sigla. Então, ele falou sobre o PP e relatou: “Entre eles, o Partido Progressista, ao qual eu integrei por aproximadamente 20 anos ao longo de 28 que eu fui deputado federal.” Contudo, alguns nomes importantes do partido já se manifestaram contra o retorno do presidente à sigla.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Bolsonaro afirma que foi obrigado a vetar projeto que beneficiava vítimas com câncer

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (28). Durante uma conversa com apoiadores nessa terça-feira (27), o presidente Bolsonaro disse que foi obrigado a vetar um projeto de lei que beneficiava vítimas com câncer possibilitando facilidade de acesso de remédios por meio dos planos de saúde.”Quando um parlamentar não apresenta a fonte de custeio, se eu sancionar, estou em curso no crime de responsabilidade”, lembrou.”Eu veto e apanho porque vetei, por falta de conhecimento do pessoal”, disse Bolsonaro.

O projeto de lei é do senador José Reguffe (Podemos-DF), o qual foi aprovado em 2020 por 74 senadores que estavam na sessão. De acordo com o governo, o projeto de lei comprometeria o setor dos planos de saúde.

“Um pedaço de papel, se não tiver responsabilidade do que está escrito nele, não ajuda em nada a gente. Estou apanhando porque vetei esse projeto, que tratava do câncer, mas o parlamentar não falou quem vai pagar a despesa”, disse o presidente Bolsonaro, que qualificou a proposta de demagógica.

“Se alguém votar o salário mínimo de R$ 10 mil, eu sanciono aqui e está resolvido o assunto. É assim que faz?”, indagou os seguidores. “O dinheiro vem de aumentar o imposto ou criar um novo.”

O autor da proposta, senador Reguffe, ficou surpreso com o veto presidencial. “Absurda e ilógica a decisão do veto. Absurda porque é um projeto que beneficia milhares de pacientes com câncer no Brasil inteiro. E é muito mais confortável para esses pacientes tomar um comprimido em casa do que ter que se internar no hospital para o plano pagar a quimioterapia na veia. Ilógica porque a internação é mais cara do que o comprimido. Sem contar os custos com possíveis infecções posteriores decorrentes dela.”

O presidente Bolsonaro ainda disse que será obrigado a vetar o que chamou de excessos do fundo eleitoral aprovado pela Câmara dos deputados, que prevê um montante de R$ 5,7 bilhões para 2022. “Você apanhar o tempo todo sem motivo, por parte da mídia e algumas autoridades… eles querem a volta da impunidade e da corrupção”, disse o presidente rebatendo as críticas diárias que tem sofrido.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

‘Sem comentários’, dispara Mourão em resposta a fala de Bolsonaro que disse ser preciso aturar o vice

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta terça-feira (27). O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, optou na manhã desta terça-feira por não comentar a fala do presidente Bolsonaro, nessa segunda-feira (26), a qual afirma que Mourão “atrapalha um pouco, mas tem que aturar”.

“Sem comentários”, respondeu Mourão — que está em viagem ao Peru para a posse do presidente socialista eleito, Pedro Castillo. O presidente Bolsonaro disse em entrevista à rádio Arapuan, da Paraíba, que “vice é igual cunhado”: “Tem que aturar”.

“O Mourão faz o seu trabalho, tem uma independência muito grande. Por vezes aí, atrapalha um pouco a gente, mas o vice é igual cunhado, né. Você casa e tem que aturar o cunhado do teu lado. Você não pode mandar o cunhado embora. Então, estamos com Mourão, sem grandes problemas, mas o cargo dele é muito importante para agregar aí… Dele, não, o cargo de vice é muito importante para angariar simpatias, quer seja para candidatura à Presidência, governador ou prefeito”, disse Bolsonaro.

Nos últimos dois anos o presidente Bolsonaro e o vice-presidente Hamilton Mourão têm se afastado no governo. Mourão disse recentemente que sente falta das reuniões de governo as quais se fazia presente. Há alguns dias Bolsonaro disse que ‘vice bom é aquele que não aparece’.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.