Bolsonaro vai contra posicionamento de Mourão e diz: “A Caneta Bic é minha”

Bolsonaro e Mourão

Nesta sexta-feira, dia 30, o presidente Jair Bolsonaro volto causar grande repercussão. Dessa vez, o presidente fez uma declaração que mostra desacordo com o que o seu vice, Mourão, disse há pouco tempo.

O vice-presidente Hamilton Mourão, afirmou que “é lógico” que o Brasil deve comprar as vacinas Coronavac, feitas pelo laboratório chinês Sinovac. Além disso, um órgão brasileiro, o Instituto Butantan, também está envolvido nessa parceria. Mourão disse: “O governo vai comprar a vacina, lógico que vai. Já colocamos os recursos no Butantan para produzir essa vacina. O governo não vai fugir disso aí”

Contudo, Bolsonaro tem batido na tecla de não confiar na Coronavac. Segundo ele, não será investido dinheiro numa vacina que não tem aprovação da Anvisa (Agência Nacional da Vigilância Sanitária). Portanto, indo de encontro à fala de Mourão, Bolsonaro afirmou: “A caneta Bic é minha”. Outro fator que chamou a atenção é que o governador de São Paulo, João Doria, tem afirmado com frequência que usará a Coronavac no estado. Como ele e Bolsonaro já não nutrem uma boa relação há alguns meses, essa diferença de posicionamentos acentua ainda mais essa dicotomia.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

No Nordeste, Bolsonaro causa polêmica ao dizer: “Agora eu virei boiola igual maranhense, é isso?”

Em viagem ao Nordeste, o presidente Jair Bolsonaro fez declarações polêmicas. Bolsonaro estava cumprindo agenda e participando de entregas de várias obras nessa semana. No Maranhão, Bolsonaro saía de São Luís com destino a Imperatriz quando fez uma “piada” pejorativa.

Ao lado de vários apoiadores, o presidente tirou fotos e brincou com um refrigerante cor de rosa, que é praticamente só é encontrado naquela região. Se divertindo, ele começou a fazer piadas e brincar com pessoas que estavam por perto. Em dado momento, o presidente tomou um gole e soltou uma piada pejorativa:

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso? Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense.” Disse o presidente, enquanto mostrava a bebida.

Em seguida, Bolsonaro continuou a tirar várias fotos com os apoiadores. Mais uma vez as falas repercutiram fortemente nas redes sociais, gerando discussões.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Bolsonaro cita operação da PF e diz que vai “dar voadora no pescoço” dos corruptos

Depois de dizer que ele mesmo havia acabado com a Lava Jato, pois no seu governo não existiria corrupção, Bolsonaro fez novas declarações sobre o tema. Nessa quarta-feira, dia 14, o presidente aproveitou uma conversa que estava tendo com alguns apoiadores para falar de uma operação da Polícia Federal. Então, ele acrescentou que mandaria embora se descobrisse algum corrupto na sua gestão:

“Ah, acabou a Lava Jato, pessoal? A PF está lá em Roraima hoje. Para mim não tem. No meu governo, não tem porque botamos gente lá comprometida com a honestidade, com o futuro do Brasil” Então, depois disso Bolsonaro disse que daria uma voadora nos corruptos: “Se acontecer alguma coisa, a gente bota para correr, dá uma voadora no pescoço dele. Mas não acredito que haja no meu governo.” Além disso, a operação que o presidente se referia é a Desvid-19, que apura desvios de recursos que seriam usados no combate à pandemia. Um desses esquemas, que foi descoberto em Roraima, teria envolvimento de Antonio Denarium, eleito governador no estado com apoio de Bolsonaro.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Nasce Geórgia, a terceira neta do presidente Jair Bolsonaro

Era bem cedo nesse sábado, dia 10, quando nasceu a terceira neta do presidente Jair Bolsonaro. Ela é filha do deputado federal Eduardo Bolsonaro, que é casado com psicóloga Heloísa Wolf. Anunciando o nascimento da menina, que recebeu o nome de Geórgia, Heloísa escreveu:

“10/10/2020 às 5h35, com 37 semanas e 4 dias, conhecemos o amor das nossas vidas! Bem vinda Geórgia! Obrigada por me proporcionar a experiência mais incrível da minha vida! Deus é maravilhoso!”“10/10/2020 às 5h35, com 37 semanas e 4 dias, conhecemos o amor das nossas vidas! Bem vinda Geórgia! Obrigada por me proporcionar a experiência mais incrível da minha vida! Deus é maravilhoso!” Além disso, Eduardo também falou sobre a saúde da filha e da emoção que sentiu: “Dia mais feliz de nossas vidas, uma emoção inexplicável. Graças a Deus nossa filha Geórgia veio com muita saúde, 46 cm e 2,770 kg e Heloísa foi muito forte num parto natural”.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque.

Atendendo populares, Bolsonaro inaugura agência no “Caixa 2” e acaba gerando piadas e discussões na internet

Nessa sexta-feira, dia 9, o presidente Jair Bolsonaro continuou sua agenda em visita ao Pará. No seu roteiro, o líder do executivo passou por uma agência da Caixa Econômica Federal e prestou atendimento a algumas pessoas. Contudo, foi justamente esse momento que virou assunto em todo o país. Mas por quê?

Nessa visita, Bolsonaro estava inaugurando os atendimentos da agência-barco da Caixa, na Ilha de Marajó. O cidadão atendido pelo presidente estava ao lado da esposa. Na hora em que o momento foi registrado, um fato ganhou destaque: Bolsonaro estava atendendo no “Caixa 02.” Ou seja, ele estava na segunda cabine de atendimento aos populares. Diante disso, o fato virou piada para os críticos da gestão na internet, já que a palavra “caixa 2” é utilizada para descrever o uso de dinheiro de forma ilegal para as regras eleitorais. Portanto, o trocadilho pronto repercutiu e gerou as tão intensas discussões entre os apoiadores e os que não apoiam Bolsonaro. Entretanto, vale lembrar que essa matéria não está abordando nenhuma denúncia contra o presidente e sim a reação da internet diante da inusitada situação.

Errata: Corrigimos a manchete.

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Bolsonaro causa polêmica ao falar que acabou com a Lava Jato que tanto defendeu: “Eu acabei com a Lava Jato porque não tem mais corrupção no governo”

Diante do possível fim da famosa operação Lava Jato, Jair Bolsonaro disse ter acabado com ela. Então, em justificativa a isso, o presidente disse que não quer acabar com a Lava Jato, mas acabou com ela porque não há mais corrupção.

“É um orgulho, uma satisfação que eu tenho de dizer a essa imprensa maravilhosa nossa, que eu não quero acabar com a Lava Jato… Eu acabei com a Lava Jato porque não tem mais corrupção no governo. Eu sei que isso não é virtude, é obrigação. Para nós, fazemos um governo de peito aberto.” Contudo, não é certo ainda que a operação termine logo, pois existem inúmeras investigações ainda em tramite. Além disso, Bolsonaro também falou sobre a mídia e seu posicionamento perante a ela:

“E quando indico qualquer pessoa para qualquer local, eu sei que é uma boa pessoa tendo em vista a quantidade de críticas que ela recebe por grande parte da mídia. Essa imprensa que é muito importante para todos nós, e nós queremos a sua liberdade…Me acusam muitas vezes ser autoritário. Eu nunca propus um controle social da mídia. Eu nunca propus um projeto de lei para combater fake news. Se bem que eu sou o que mais sofre com isso. A liberdade é a alma do nosso povo. Eu, sem liberdade, abro mão da minha vida. O que eu quero é um Brasil melhor para todos nós.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Doria cria “frente antibolsonaro” e Bolsonaro resolve apoiar Celso Russomanno para prefeito em São Paulo

Ao lado de Bruno Covas, o governador de São Paulo criou a “frente antibolsonaro” para a disputa da prefeitura paulistana. Jair Bolsonaro respondeu com o apoio a Celso Russomanno para prefeito na capital paulista, enquanto Doria apoia Covas.

Durante uma conversa com jornalistas no Aeroporto de Congonhas, Bolsonaro disse que Russomanno é “amigo de longa data” e que está pronto para ajudá-lo na disputa.

Não pretendia entrar nas decisões de eleições municipais, mas Russomano é um amigo de velha data e estou pronto para ajudá-lo no que for preciso – disse.

Russomano, que esteve no Aeroporto de Congonhas para receber o presidente da República, falou sobre o que ele chamou de “frente” para combater o presidente da República e ressaltou que qualquer articulação contra o líder do Executivo federal “não vai dar em absolutamente nada”.

– O que é triste é eles terem armado uma frente para combater o presidente Bolsonaro, usando a prefeitura inclusive, para fazer esse tipo de coisa. Não é assim que se faz política. Então, essa frente que eles estão criando aí, para combater o presidente Bolsonaro, não vai dar em absolutamente nada, pode ter certeza – completou.

 

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Politica.

André Janones promove obstrução na Câmara: “Até que o auxílio volte para R$ 600”

Deputados estão lançando mão da estratégia de obstrução até que seja cumprida a promessa de colocar em pauta a Medida Provisória nº 1000, que reduz o valor do auxílio emergencial pela metade. Eles acreditam que pode retornar com o benefício ao valor original, caso o texto seja apreciado no plenário.

A informação foi de André Janones (Avante-MG), um dos parlamentares que mais criticam a redução do benefício, por meio das redes sociais nesse domingo (4/10). Segundo ele, 129 parlamentares estão comprometidos a “não votar mais nada na Câmara” até que o auxílio volte para o valor original, de R$ 600.

“Até aqui, 129 deputados estão comprometidos a obstruir a pauta, ou seja, não vão votar mais nada na Câmara até que o auxílio volte pra R$ 600. Mas esse número ainda pode aumentar. Ainda hoje terei novidades, se Deus quiser!”, publicou em suas redes sociais, enquanto embarcava no Aeroporto de Uberlândia.

Após ser provocado por Janones, o líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), também deixou claro que os partidos não vão abrir mão da estratégia. “Nós vamos dizer em alto e bom som que vamos obstruir tudo para exigir que esta Câmara, este Congresso, discuta e vote a Medida Provisória nº 1.000”, afirmou.

André tem se destacado por defender ferrenhamente a permanência do auxílio emergencial no seu valor original, de R$ 600. No dia 29 de setembro, enquanto transmitia ao vivo a sessão da Casa, o deputado mineiro prometeu colocar 10 milhões de pessoas dentro do plenário por meio de sua live.

Outra transmissão ao vivo do deputado, na qual ele se disse contra a redução do valor do benefício, foi a publicação no Facebook mais comentada do mundo ocidental no dia 1º de setembro, de acordo com a plataforma Crowdtangle.

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Politica.