Mãe de Henry é investigada por “atos libidinosos” com o advogado dentro da cadeia

Uma denúncia grave feita por mulheres que estiveram presas com Monique Medeiros no Instituto Penal Oscar Stevenson, presídio em Benfica, na Zona Norte do Rio, revela que a mãe de Henry Borel falou sobre ter tido “atos libidinosos” dentro da prisão com um advogado. Foi aberto um procedimento interno pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap-RJ)  para investigar o caso em razão das acusações feitas em depoimento.

Monique divide cela com outras seis detentas. A relação entre elas não é boa, visto que  uma denúncia foi feita por Monique, quando era interrogada no Tribunal de Justiça sobre a morte do filho, no sentido de que ela teria sido alvo de agressões e ameaças na penitenciária Santo Expedito, para onde foi transferida em janeiro. Uma interna específica foi transferida da cela onde Monique estava por determinação da juíza do caso. Monique Medeiros revelou ter sido ameaçada por 20 detentas.

As duas presas que denunciaram o suposto envolvimento de Monique com o advogado foram Elaine Lessa, presa por tráfico internacional de armas e esposa do policial reformado Ronnie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes. E Fernanda, conhecida como “Fernanda Bumbum”, acusada de planejar a morte de uma rival de procedimentos estéticos.

Segundo Fernanda, Monique usava “roupas inadequadas” nas visitas e o advogado era “apaixonado por ela”. Além disso, as seis prisioneiras confirmaram que ouviram da própria Monique, ou de pessoas próximas a ela, que ela exibia os seios para o advogado enquanto ele se masturbava. Tudo teria acontecido no parlatório da cadeia, local onde acusado e defensor são separados por vidros, e não há câmeras de vigilância para que seja garantido o sigilo profissional.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap-RJ) abriu um procedimento para investigar os relatos. Esse registro na ficha de Monique a prejudica, já que também é usado para avaliar em progressões de regime.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Desesperada, brasileira presa na Tailândia grava áudio para a irmã e pede para ela conseguir advogado

A brasileira Mary Hellen Coelho Silva, que foi presa na Tailândia por tráfico de drogas na semana passada, compartilhou um áudio por meio de aplicativo de mensagens em que pede a sua irmã Mariana Coelho, que contrate um advogado para que o caso seja julgado no Brasil.

“Eu vou te passar o contato do doutor Edson. Por favor, liga pra ele. Fala pra ele fazer alguma coisa. Fala pra ele mandar a gente pro Brasil, pra gente responder lá”, disse a jovem de 21 anos, em tom desesperado. Na Tailândia, a pessoa que for presa por tráfico de drogas pode ser punida com pena de morte. As circunstâncias do crime e a quantidade de material ilícito apreendido podem levar a esta pena mais drástica.

Mariana descobriu que a irmã estava presa na Tailândia por meio de mensagem de áudio, segundo o portal G1. A mulher disse que ficou abalada ao descobrir que Mary havia se envolvido em atividades ilícitas.

“Eu não tinha noção da dimensão daquilo, não sabia da gravidade. Pra mim, ela estava viajando para Curitiba atrás de algum namorado, essas coisas que os jovens fazem”, disse.

Mariana ficou em estado de choque ao perceber a gravidade da situação e das punições que a irmã pode sofrer. A mãe de Mariana está em tratamento contra um câncer e precisou ser internada quando soube o que tinha acontecido com a filha.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Itororó: Jovem advogado de 27 anos perde a vida depois de se envolver em grave acidente e cidade fica sob forte comoção

Uma triste notícia está sendo destaque nesta segunda-feira (20). Trata-se do falecimento do jovem advogado Paulo Antônio Santos de Farias, mais conhecido como Paulinho, de 27 anos de idade.

Paulinho é natural de Itororó e se envolveu em um grave acidente na rodovia BA-236, quando chegava de São Paulo em sua terra natal. O acidente aconteceu entre as cidades de Itambé e Vitória da Conquista.

O jovem teria pego um voo de São Paulo para Vitória da Conquista, alugado um carro quando chegou aqui na Bahia e seguiu a sua cidade, onde pretendia passar as festas de final de ano.

O carro em que Paulinho estava colidiu frontalmente com um outro veículo que vinha em sentido contrário. Ele e o outro motorista ficaram presos às ferragens e foram socorridas pelo SAMU.

Contudo, Paulinho não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. Na cidade, ele também era conhecido como o sobrinho do Sargento Washington da Polícia Militar de Itororó.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Kezia, namorada do advogado, protagonizou de clipe com quase 2 milhões de visualizações: “Ela se disponibilizou para ser a protagonista”

Nesta terça-feira (19) Kezia voltou às manchetes. A moça gostava de atuar nas redes e havia participado de um clipe que foi muito visualizado.

Desde o final de semana, um rosto têm aparecido e reaparecido nas manchetes. Trata-se de Kezia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, que teve a vida interrompida no último domingo (17). Ela estaria num apartamento com namorado que já tinha há 2 anos, o advogado criminalista José Luiz de Britto Meira Júnior, quando foi atingida por um disparo. Nos momentos de lazer, a jovem gostava de usar as redes sociais e também até participou de um clipe bem sucedido com mais de um milhão e setecentas mil  visualizações. Junto do cantor Dong Boy, Kezia protagonizou o clipe da música “Na Cocheira”, há pouco mais de um ano. De acordo com o portal Correio, sabendo que a jovem havia partido, Dong Boy afirmou:

“Para mim foi uma notícia muito triste. Eu conheci Kezia através do clipe. Uma colega dela que me passou o contato, e ela se disponibilizou para ser a protagonista. E foi muito massa porque deu muita visualização, então, eu estou triste demais. Arrasado com isso.” Mas não termina aí.

O principal acusado no caso é o namorado da moça, que deve ir para prisão domiciliar, mesmo após ser preso em flagrante. Além disso, a defesa dele afirma que o disparo ocorreu acidentalmente durante um momento de conflito do casal.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.