Search
Close this search box.

PSOL na Bahia suspende Diretor da Fundação Pedro Calmon do Governo Jerônimo

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) na Bahia, atendendo a uma resolução em seu congresso estadual ainda em 2023 em relação aos seus filiados que ocupam cargos de confiança no governo Jerônimo Rodrigues, suspendeu o filiado Franklin Carvalho Oliveira Jr, Diretor da Fundação Pedro Calmon e outros dois militantes.

Na resolução congressual, o partido aprovou a independência em relação ao governo do petista. A executiva da legenda já tinha ficado um prazo de sete dias para que os filiados que ainda estão no governo se manifestarem oficialmente sobre posição, foram apresentadas duas opções, a renúncia ao cargo de confiança através de uma carta formal ou um comunicado oficial da permanência no cargo indicado e afastamento das atividades partidárias.

Em reunião da executiva estadual do partido, realizada hoje (10/03) o PSOL na Bahia reiterou a seriedade dessas medidas e o imediato cumprimento, destacando a importância da transparência e do comprometimento com as diretrizes partidárias. Esta iniciativa visou garantir a coesão interna e a clareza das posições ocupadas pelos membros do partido em cargos estratégicos no governo estadual, o que acabou resultando na suspensão de Franklin Oliveira do partido.