Search
Close this search box.

Mulher é presa na Bahia com mais de 40 kg de cocaína em navio de cruzeiro  

Uma ocorrência incomum chamou a atenção dos agentes policiais no Porto de Ilhéus… A atividade policial naquela região está acostumada com a apreensão de grandes quantidades de entorpecentes, além do combate a diversas outras situações ilícitas e inimagináveis inerentes à carreira, mas essa ocorrência, em específico, inpressionou . Na última quarta-feira, dia 22, uma mulher foi presa em flagrante após ter sido encontrada com mais de 40 kg de cocaína em um navio que estava atracado no Porto de Ilhéus, no sul da Bahia. De acordo com a polícia, a droga estava distribuída em mala e no corpo da suspeita. Segundo informações da Polícia Federal, outro suspeito de envolvimento no crime foi identificado, mas ainda não foi preso. 

A identidade da suspeita não foi revelada até o momento. Ela foi encontrada com 4,5 kg de cocaína em sua pessoa e outros 42 kg dentro de uma mala, localizada em uma das cabines da embarcação. Segundo autoridades policiais, a droga estava sendo introduzida no navio em pequenas quantidades a cada parada. 

O navio partiu do porto de Santos, passou por Salvador e chegou a Ilhéus, seguindo depois para o Rio de Janeiro e retornando a Santos. Embora o desembarque final ocorra em São Paulo, a Polícia Federal suspeita que a droga tinha como destino o exterior, devido à sua alta pureza. 

Autoridades identificaram a presença de outra pessoa suspeita junto à detida, possivelmente vinculada ao tráfico de cocaína. No entanto, com milhares de passageiros e tripulantes a bordo, localizá-lo tem sido um desafio. Durante a viagem, quando o navio estava em alto-mar e próximo à meia-noite, o suspeito foi localizado em uma cabine compartilhada com a mulher, cujo quarto foi isolado. 

O homem não foi detido imediatamente devido ao navio estar em alto-mar, a caminho do Rio de Janeiro. A Polícia Federal aguarda decisão judicial para possível prisão, já que a chegada está prevista para sábado (24). A mulher foi encaminhada à Polícia Federal de Ilhéus e passará por audiência de custódia na Justiça Federal na sexta-feira (22). 

Da redação do Acontece na Bahia 

Foto: PF