Search
Close this search box.

Jovem quilombola de 19 anos é encontrada morta com sinais de estrangulamento na Bahia

Uma tragédia abalou o povoado de Coqueiro, na cidade de Mirangaba, no Norte da Bahia, com a morte da jovem Gleciene Jesus dos Santos, de 19 anos. Após uma denúncia, o corpo de Gleciene foi achado sem vida, apresentando sinais claros de estrangulamento.

Conforme relatos da Polícia Militar, uma equipe da 24ª CIPM foi acionada para verificar a situação, na zona rural da cidade, após receber informações sobre um corpo abandonado.

O caso foi registrado na delegacia de Mirangaba como feminicídio. A Polícia Civil informou que familiares indicaram que Gleiciane estava consumindo bebidas alcoólicas com seu parceiro em um estabelecimento comercial. Ele é considerado o principal suspeito do crime, que está sendo investigado sob a ótica da lei Maria da Penha.

Segundo reportagem da TV Bahia, Gleiciane era uma ativista quilombola na cidade, que conta com cerca de 15 mil habitantes.

O corpo foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Jacobina, cidade vizinha. A prefeitura de Mirangaba emitiu uma nota lamentando profundamente o falecimento. “Nos solidarizamos com familiares e amigos, desejando que encontrem forças e conforto em Deus para enfrentar e superar este momento de dor”, diz o comunicado.

Foto: Reprodução

Da redação do Acontece na Bahia