Search
Close this search box.

31 foragidos da Justiça são encontrados por meio do Reconhecimento Facial

O Reconhecimento Facial implementado pela Secretaria da Segurança Pública teve um papel fundamental na captura de 31 criminosos foragidos da Justiça, durante os circuitos do Carnaval de Salvador e nas festividades em Porto Seguro. As capturas ocorreram até a madrugada desta segunda-feira, dia 12 de fevereiro.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), os indivíduos procurados por homicídio, roubo, furto, tráfico de drogas, associação criminosa, estupro, porte ilegal de arma de fogo e dívida de pensão alimentícia tentaram adentrar nos circuitos e foram identificados pelas câmeras.

No percurso Dodô (Barra/Ondina), 17 foragidos da Justiça foram localizados, enquanto no circuito Osmar (Campo Grande), as Forças de Segurança conseguiram alcançar nove procurados. No Batatinha (Centro Histórico de Salvador), quatro pessoas com mandados de prisão acabaram detidas, e uma foi capturada no Carnaporto (Porto Seguro).

Prisões

Durante os cinco dias de Carnaval em Salvador, ações ostensivas e investigativas resultaram na prisão de 195 pessoas.

Na segunda-feira de Carnaval, um caso de injúria racial foi registrado no circuito Dodô (Barra/Ondina). Uma mulher, natural do município baiano de Irecê, proferiu insultos racistas contra uma foliã. Ela foi presa, encaminhada para um Posto Policial e autuada. A criminosa passará por audiência de custódia.

No total, 164 pessoas foram capturadas em flagrante, enquanto 31 foram identificadas através do Reconhecimento Facial. A implementação dessa tecnologia desempenha um papel fundamental na promoção da segurança pública, fornecendo às autoridades uma ferramenta poderosa para combater o crime e proteger a sociedade como um todo.

Foto: Divulgação

Da redação do Acontece na Bahia