William Bonner avisa que não quer mediar debates presidenciais deste ano por conta das perseguições que sofre

O jornalista William Bonner está decidido a não mediar os debates eleitorais deste ano para presidente. As informações são do portal Natelinha. Apesar de a posição oficial da Globo ser de que o mediador é o Bonner, nos bastidores o pedido é outro.

A justificativa de Bonner é por conta das perseguições que vem sofrendo. Desde 2018, ele afirma que vem lidando com os ataque ao jornalismo diante do crescimento do bolsonarismo. A situação o preocupa e visando a sua segurança, não pretende ser mediador de debates. Também de 2020, ele contou ao Pedro Bial durante o programa Conversa com Bial, que deixou durante dois anos, a frequentar locais públicos como shopping e cinema porque era xingado por bolsonaristas.

Situações desconfortáveis como essa tem pesado na decisão de Bonner. Por enquanto, as decisões são sigilosas, mas a emissora tenta a todo custo fazê-lo mudar de ideia. Caso o jornalista não aceite de forma alguma, as opções são Renata Vasconcellos, que entrevistou os candidatos em 2018 e teria algum tipo de experiência; o Cesar Tralli, que se destaca no comando do Jornal Nacional ou a Andreia Sadi, principal jornalista que trabalha nos bastidores políticos do país.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: