Wesley Safadão revela que 16 familiares estão infectados com a Covid-19

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (21). Durante a transmissão da live ”TBT”, que aconteceu na noite de sábado (20), o cantor Wesley Safadão contou os problemas pelos quais passa a sua família. Revelou na ocasião que 16 parentes estão infectados com a covid 19 e completou dizendo que ”estão bem”. O próprio cantor testou positivo para a covid 19 em agosto de 2020. 

“Nós vivemos uma situação delicada. Eu, hoje, sei nem se é legal falar, mas assim, graças a Deus todos bem, mas eu tenho hoje umas 13. Quantas pessoas da minha família estão com covid hoje? 13? 16 pessoas da minha família nesse momento estão. Não vou dizer que é distante não. Porque falam no meu ouvido (ponto eletrônico) ‘distante’. Não é distante não. Pessoas da minha família, a tia Nora que trabalha comigo dentro da minha casa está com Covid. Graças a Deus está bem”, disse Wesley Safadão.  

O cantor ainda comunicou que após o caso da tia toda a família foi submetida a testes para verificar a possibilidade de contaminação. Durante esta fase um tio de Wesley chegou a ser levado para um hospital com o intuito de um diagnóstico mais preciso. 

Wesley Safadão ainda revelou aos ouvintes a doação de respirador para a rede municipal de saúde de Fortaleza e agradeceu o apoio de empresários que também abraçaram a causa. O prefeito de Fortaleza por meio de vídeo transmitido agradeceu ao cantor pelo gesto bondoso e iniciativa. “Amigo Wesley, quero lhe parabenizar pela iniciativa de patrocinar essa live e pedir recursos em equipamentos para o povo de Fortaleza. Eu já sabia do seu grande coração, da sua grande humanidade. Quero aqui estender abraços a todos que participaram dessa ideia genial e brilhante”, agradeceu Sarto. 

Todos os integrantes da banda e envolvidos foram submetidos a testes de covid 19 antes mesmo da live TBT iniciar segundo informações do próprio cantor Wesley Safadão. 

 

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: