Vulcão adormecido “desperta” e pode gerar tsunami na Bahia, colocando o litoral sob risco

Nesta quinta-feira (16) um alerta pegou os baianos de surpresa. Isso porque um vulcão pode acabar gerando um tsunami que atingiria várias áreas litorâneas, inclusive a da Bahia.

Apesar de ter passado décadas “adormecido” o vulcão voltou a dar sinais de atividade nos últimos dias. Localizado no litoral da África, nas Ilhas Canárias, o vulcão Cumbre Vieja é capaz de gerar ondas que atravessariam o Oceano Atlântico, causando impactos no litoral baiano e em vários outros países. Atualmente o vulcão está no nível de alerta de número 2. Existem quatro níveis, sendo o de número 3  caracterizado por ser o “alerta máximo”, ou seja, representa uma erupção iminente. O quarto nível se dá quando a erupção já está em andamento. Mas não termina aí.

Além disso, o vulcão seria capaz de gerar um tsunami que chegaria a todas as américas, gerando um impacto significativo nos litorais do Nordeste e do Norte do Brasil, no Caribe, nos Estados Unidos e no Golfo do México. Nessa projeção, essas regiões seriam as primeiras do continente americano a serem atingidas, por estarem mais próximas, recebendo um impacto maior. Estima-se que o litoral baiano poderia ser atingido por ondas de até 5 metros, dependendo do grau de violência da erupção.

De acordo com o portal Correio 24 Horas, o professor da Universidade do Ceará (UFC) o oceanógrafo Carlos Teixeira afirmou:

“Após a erupção, as ondas chegariam ao litoral brasileiro em apenas seis horas. Por isso, a preparação para um tsunami precisa ser feita com bastante antecedência para dar tempo de evacuar toda a população. Se não, o banhista vai estar no Porto da Barra e será surpreendido pela onda gigante.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: