Vítimas do desabamento de paredão rochoso formavam uma jovem família: “Estavam abraçados”

Na tarde desta terça-feira (17) o Brasil se comoveu com a história do desabamento de um paredão de rochas. Conhecidas como falésias, essas paredes são comuns em regiões litorâneas e soltam grandes pedaços de pedra quando se fragmentam. Então, um desses desabamentos pegou 3 pessoas de surpresa numa famosa praia do Nordeste. Agora, sabe-se que os 3 compunham uma jovem família.

O episódio aconteceu pouco antes do meio-dia de hoje, e assustou quem passava pela Praia da Pipa na cidade de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte. As pedras se soltaram de repente da falésia e atingiram 3 pessoas, que tentaram se proteger. Contudo, nenhuma delas sobreviveu. Hugo Pereira tinha 32 anos, era viajante e marido de Stella Souza. Ao perceber que estava em perigo, Stella tentou proteger o filho que teve com Hugo, um bebê de 7 meses.

Porém, as pedras caíram muito rápido e soterraram os três. Então, diante daquela situação dramática, pessoas que estavam na praia tentaram desenterrar a família e prestar socorro. Relatos preliminares dão conta de que eles continuaram vivos por algum tempo depois que as pedras foram retiradas, mas morreram logo em seguida. Além da família, a cadelinha deles, presente em todas as viagens dos 3, também foi soterrada e não resistiu. Mas afinal, o que provoca estes desabamentos?

Quando a maré sobe, uma grande massa de água se choca repetidas vezes contra a falésia. Como se tratam de toneladas e toneladas de água que batem com força contra as pedras, esse processo gera pequenas fissura. Então, essas fissuras vão aumentando de tamanho a cada subida da maré. Contudo, nem sempre essas rachaduras são tão perceptíveis, fazendo com que pessoas se aproximem da parede para aproveitar a sombra sem perceber que a estrutura rochosa está comprometida.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: