Vídeo: Tudo sobre o momento em que Lázaro troca tiros com agentes durante resgate de reféns na floresta

Na tarde de ontem (16), durante o regaste da família feita de refém pelo Lázaro Barbosa, de 32 anos, um vídeo foi registrado e nele é possível ver como foram os momentos. No momento, pai, mãe e filha estão deixando a mata por um leito de um rio e tiros disparados ao fundo por Lazaro são ouvidos. Disparos esses que atingiu um policial de raspão.

Com os tiros, os policiais, agentes de segurança e família se jogam ao chão e tentam se defender. O policial baleado foi levado ao hospital de helicóptero e já está em casa.

Em entrevista ao portal Metrópoles, o sobrinho do homem refém, o Paulo Henrique Siqueira, de 28 anos, falou um pouco sobre os momentos e comentou os detalhes ditos pelo tio.

“Quando ele [o Lázaro] chegou na chácara, a minha prima [a adolescente de 15 anos] conseguiu se esconder embaixo da cama e mandou mensagem para os policiais pedindo ajuda. Mas na mesma hora alguém ligou pra ela, aí o Lázaro conseguiu achar”, disse Paulo ao Metrópoles.

“Às vezes ele falava que ia matar, às vezes falava que não ia matar. Ele amarrou todos com as mãos para trás e quando estava correndo para fugir dizia que se não obedecessem ele matava, e que ele não errava nenhum tiro”, continuou.

Paulo também contou que nenhum dos parentes saíram feridos. “Ele não chegou a bater em ninguém, o único momento que tocou na minha prima foi pra tirar o casaco de frio dela, que era vermelho e chamava a atenção de longe”.

Rodney Miranda, o secretário de segurança de Goiás, afirmou que tem motivos para acreditar que se não fossem os policiais, os familiares seriam mortos em um ritual macabro, já que estavam sem roupas e prestes a serem executados.

Para que não fossem vistos, Lázaro cortou folhas de bananeiras e tentou esconde-los.

Assista ao vídeo abaixo:

Categoria(s): Destaque.

Comente: