Vendedor de quiabos que pediu ajuda para alimentar os filhos consegue emprego no setor petroquímico

Uma história voltou à tona neste sábado (27). O jovem pai de família que emocionou o Brasil com suas palavras conseguiu reconhecimento que tanto merecia.

Desempregado e sem comida em casa para alimentar os filhos, Flávio foi às ruas de São Sebastião do Passé, na Bahia, para vender quiabos e tentar conseguir alguma renda. Contudo, no caminho acabou se indignando com a insistência para que ficasse em casa por conta da pandemia, pois não lhe restavam opções. Se ele ficasse em casa, ficaria diante dos filhos que estavam chorando sem ter o que comer. Nessa hora, Flávio desabafou nas ruas:

“Como é que vou ficar em casa? Cheio de criança em casa! Me dá uma cesta básica para passar um mês em casa que eu fico em casa de boa! Agora com minha despensa vazia, meus filhos em casa, e aí? Eu tenho que botar comida pros meus filhos. O relógio não passa de 11h para 13h não! Quando chega no 12h as crianças choram! Você tem seu salário bom todo mês, tá de boa. Mas a gente depende da rua para poder levar o pão de cada dia para casa. Quando a gente passa, a comunidade fica olhando para a nossa cara ‘parece até que nós é ladrão’. Se você quer que a gente fique em casa, faça alguma coisa pela comunidade!”

Diante de palavras tão profundas, a equipe do Acontece na Bahia e o editor Rômulo Fontoura se prontificaram para ajudar Flávio, primeiro com cestas básicas e depois divulgando a história de Flávio nas redes sociais. Após a iniciativa, a historia chegou a centenas de milhares de pessoas, gerando bons frutos e uma grande oportunidade para o jovem pai.

No ultimo dia 23, Flávio entrou em contato para agradecer a Rômulo Fontoura. Ele conseguiu um emprego numa empresa do setor petroquímico, na cidade de Camaçari e já está iniciando o processo de treinamento. A mãe dele também agradeceu. Confira:

 

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: