Search
Close this search box.

Vazamento químico causa problemas no abastecimento de Joinville

Mais de meio milhão de pessoas ficaram sem água em Joinville, Santa Catarina, depois que um caminhão que transportava produto químico se envolveu em um acidente e tombou. O produto químico escorreu em um dos rios que abastece a maior cidade, a mais populosa de Santa Catarina.

O acidente ocorreu na manhã desta segunda-feira, na rodovia estadual SC418, próximo ao mirante da Serra Dona Francisca.

O vazamento foi de ácido sulfônico, um produto usado na fabricação de detergentes de louça. Apesar de não ser tóxico, a companhia de abastecimento fechou a captação antes do produto alcançar a estação de tratamento que abastece 33 dos 43 bairros da cidade.

Quando a notícia ganhou os meios de comunicação e as redes sociais, muitos moradores de Joinville correram para os supermercados para comprar água, formando filas extensas e esvaziando as prateleiras.

A prefeitura de Joinville decretou situação de emergência e implementou um plano de contingência para abastecer os 10 hospitais da cidade com caminhões pipa.

A rodovia onde ocorreu o acidente, com o caminhão e a carga tóxica, ficou interditada por 24 horas e foi reaberta por volta das 8 horas da manhã desta terça-feira.

Já o abastecimento de água foi retomado por volta das 9h30 da manhã, após várias análises da qualidade da água. O prefeito de Joinville, Adriano Silva, chegou a fazer um vídeo tomando a água como garantia de que ela está potável.

A Polícia Civil de Santa Catarina abrirá um inquérito para apurar as causas do acidente do caminhão que transportava o produto químico. O motorista foi hospitalizado e recebeu alta na manhã desta terça-feira.

Crédito: Agência Brasil