Várias cidades da Bahia beiram o colapso do sistema de Saúde com alta taxa de ocupação: “Do sudoeste ao litoral”

Novos dados sinalizam um alerta para a população nesta quinta-feira (18). Recentemente, Salvador, a capital baiana, apresentou elevadas taxas de ocupação nos leitos de UTI, o que preocupou a todos. Então, o governador Rui Costa se pronunciou e afirmou que os leitos do hospital de campanha da Arena Fonte Nova estavam entre os últimos disponíveis. Agora, grandes cidades do estado beiram o colapso do sistema de saúde por conta da pandemia.

A segunda maior cidade do estado, Feira de Santana, está com quase 90% dos seus leitos de UTI ocupados. Além disso, o famoso Hospital Geral Clériston Andrade, um dos mais importantes da região, já chegou a 100% de ocupação desse tipo de leito. No sudoeste do estado, Vitória da Conquista, a terceira maior cidade da Bahia, está lidando com 97% dos leitos de UTI ocupados neste momento. Dois grandes hospitais de Conquista já estão operando com seus leitos de UTI em 100%. Jequié, também no sudoeste, não tem mais nenhuma vaga nos leitos de UTI. Os dois grandes hospitais da cidade estão com 100% dos leitos de terapia intensiva ocupados. Mas não é só isso.

Voltando ao litoral, Itabuna e Ilhéus também beiram a ocupação máxima nos leitos de UTI, com 85% e 94%, respectivamente. É importante ressaltar que esses grandes centros também atendem casos de cidades interioranas, o que pode sobrecarregar ainda mais a logística dos centros de saúde. Então, diante de dados tão alarmantes, nunca foi tão importante que a população faça a sua parte e mantenha as medidas protetivas, pois, infelizmente, tudo indica que o estado pode enfrentar um momento crítico, e sem precedentes, nos próximos dias.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: