‘Um sofrimento atroz’, diz Najila Trindade um ano após acusar Neymar

A exatamente um ano, Najila Trindade entrava com um processo contra o jogador de futebol Neymar por tentativa de estupro, na França. Após meses, o inquérito foi arquivo e agora ela busca se manter isolada e lamenta a forma como foi tratada.

“Foi desgastante e desrespeitoso não só pra mim, mas pra minha família também. Um sofrimento atroz. Cheguei na exaustão do meu físico, emocional, psicológico e principalmente espiritual. Me quebrei e me quebraram por inteiro. Queria dissipar tudo aquilo que estava sentindo e acontecendo, pois foi pesado demais. Precisava de um reset para me reencontrar. Fiquei perdida e confusa. E então, me isolei completamente”, diz a atriz.

Aos 27 anos, a modelo diz que agora é uma representante das mulheres que sofreram abuso, e sequer quer falar no nome de Neymar. A modelo convive com insônia e, em tempos de isolamento social, divide-se entre atividades escolares do filho, treinos para manter a forma e tarefas domésticas.

Categoria(s): Regional.

Comente: