Tranquila e no celular: vídeo revela namorada de bandido ‘plena’ enquanto ele faz refém em shopping em SP; assista

Ester Neri de Oliveira, de 28 anos, chamou atenção pela forma que agiu durante uma tentativa de assalto a um shopping em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Enquanto o namorado, Felipe Gustavo de Souza, de 27 anos, apontava uma arma para a cabeça de uma refém, ela permaneceu no celular durante duas horas, trocando mensagens, acessando sites e gravando áudios. Os dois foram presos.

O caso aconteceu na terça-feira (7). Ester e Felipe roubaram a joalheria Vivara no Litoral Plaza Shopping. Após o alarme da loja soar, eles correram para a loja Pernambucanas com uma vítima.

 

Na ação, Ester permaneceu o tempo todo mexendo no celular e filmando a negociação que a polícia estava fazendo com a dupla. Em nenhum momento ela tirou a atenção do aparelho e não se incomodou com a presença da PM.

Durante as duas horas em que eles ficaram dentro da loja com a refém, Ester aparentava estar calma e tranquila, não se preocupando com a presença das autoridades.

Em determinado momento, o criminoso solicitou a presença da imprensa no local e pediu a ela que tudo fosse registrado para evitar que “alguém aprontasse contra ele”.
Segundo apurado pelo g1, Ester e Felipe mantém um relacionamento amoroso. Os dois são da capital paulista e estavam morando em Mongaguá, cidade vizinha de onde o crime aconteceu.

Entenda o caso
Os criminosos armados fizeram a funcionária da Vivara refém dentro da Pernambucanas. Segundo apurado pelo g1, dois bandidos roubaram a joalheria e, após o alarme do estabelecimento soar, correram para a loja de departamentos com a vítima.

A reportagem foi informada que muitas lojas no Litoral Plaza Shopping colocaram os funcionários para dentro e fecharam as portas.

Durante a negociação com os policiais, o homem chegou a exigir a presença de emissoras de televisão. Ele queria aparecer ao vivo como garantia de que não seria morto. Após duas horas de negociação, o casal libertou a refém e se rendeu à Polícia Militar.

Lojas
Em nota, a Pernambucanas confirmou a ocorrência, disse que segue à disposição das autoridades e que contribuirá com as investigações.

A Vivara disse, em nota, lamentar o que aconteceu e informou já ter prestado toda assistência aos colaboradores. A empresa disse, ainda, estar à disposição das autoridades policiais para apoiar nas investigações.

Shopping
O Litoral Plaza Shopping confirmou por meio de nota, que houve uma tentativa de assalto à mão armada em uma joalheria.

A incursão foi percebida pela gerente do estabelecimento que acionou o botão de pânico, um equipamento de segurança disponibilizado pelo empreendimento a todos os lojistas. A equipe de segurança do shopping atendeu ao chamado e comunicou à Polícia Militar.

“Felizmente, graças à eficiência do sistema e protocolos de segurança adotados pelo shopping e o trabalho em conjunto com as autoridades policiais, o plano de assalto foi frustrado, sem feridos, com a prisão dos três envolvidos”, informou o shopping.

A administração do Litoral Plaza Shopping disse ainda que lamenta profundamente o episódio e o transtorno causado pelos assaltantes aos clientes, lojistas e colaboradores e reforça seu comprometimento com a segurança dos frequentadores.

Fonte: g1