Terror no motel: jovem do DF é morta e tem vagina e ânus dilacerados

 

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga o assassinato brutal de uma mulher que foi estuprada e teve a vagina e o ânus dilacerados. Carolinne Vasconcellos Mendonça dos Santos, 28 anos, morreu nesta quinta-feira (20/10), após ser internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM).

O caso, registrado na 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), teve início em Valparaíso, município goiano situado no Entorno do DF. Carolinne teria sido encontrada desacordada e com sinais graves de violência sexual, dentro de um quarto de motel. Ela foi levada às pressas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Valparaíso.

De acordo com informações apuradas pela coluna, a vítima teria discutido com um homem, momentos antes do crime. O estado da moça se agravou e ela deu entrada no HRSM já intubada e em progressão de choque hemorrágico. Horas depois, o óbito foi declarado. O companheiro que estava com a jovem no estabelecimento é o principal suspeito do crime e é considerado foragido. A identidade dele não foi divulgada.

Investigação

Familiares da vítima registraram ocorrência na 2ª Delegacia de Valparaíso, mas como a vítima morreu no Hospital de Santa Maria, a corporação do DF também apura o caso.

Metropoles