Connect with us

Nacional

Teich recusa voltar ao Ministério da Saúde e manda direta

...

Quando Teich deixou o Ministério da Saúde, o Brasil ficou surpreso com saída de mais um ministro do governo Bolsonaro, que dessa vez não chegou a ficar sequer 1 mês no cargo.Neste sábado, dia 23, o Teich deu sua resposta ao convite para retornar ao ministério como conselheiro e foi bem direto: “Não seria coerente.”

O médico, que é mestre em Economia da Saúde, explicou a decisão:

“Agradeço ao Ministro Interino Eduardo Pazuello pelo convite para ser Conselheiro do Ministério da Saúde, mas não seria coerente ter deixado o cargo de Ministro da Saúde na semana passada e aceitar a posição de Conselheiro na semana seguinte.”explicou.

O ex-ministro ainda explicou que quando entrou no cargo e substituiu Mandetta, queria implantar uma gestão técnica, baseando-se na ciência e em indicadores. Esse parece ter sido o principal fator que desencadeou o afastamento entre ele e o presidente:

“Quando assumi o MS, o objetivo era trazer um modelo de gestão mais técnica, que aumentasse a eficiência do Sistema e melhorasse o nível de saúde da sociedade. Ser mais técnico não significa apenas uma condução médica mais técnica. Isso seria tratar o problema de forma simplista.Uma condução técnica do Sistema de Saúde significa uma gestão onde estratégia, planejamento, metas e ações são baseadas em informações amplas e precisas, acompanhadas continuadamente através de indicadores.
Desejo ao Ministro Interino Eduardo Pazuello todo o sucesso na condução do Ministério da Saúde e estou à disposição para que a transição aconteça da melhor forma possível.”Concluiu, Teich.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Publicidade

Acontece Na Bahia - Copyright © 2019.