Zé Trovão anuncia fim dos protestos dos caminhoneiros e diz que conversou com Bolsonaro sobre “mudanças para os próximos 15 dias no Brasil”

Após surgir como o principal nome por trás da paralisação dos caminhoneiros, Zé Trovão anunciou o fim do movimento nesta sexta-feira (10). Além disso, ele falou sobre a decisão de se entregar ou não à Justiça.

Em entrevista ao repórter Roberto Cabrini, da Record, Zé Trovão anunciou o fim dos protestos nas rodovias Brasileiras. Durante pelo menos dois dias, caminhoneiros interromperam suas viagens o fluxo de cargas em vários pontos por todo território nacional. Ainda durante a entrevista, Trovão teria falado com o próprio Bolsonaro e afirmou: “Nós dissemos que tudo que estava sendo feito não era pelo presidente, era pelo Brasil, pela liberdade do povo brasileiro.”

Além disso, Zé Trovão ainda afirmou que Bolsonaro teria planos de mudanças para o país nos próximos 15 dias: “Ele disse que nos próximos 15 dias o Brasil já vai sentir uma grande diferença no andar da nossa nação.”

No momento. Zé Trovão está esperando um habeas corpus enquanto decide se se entrega ou não à Justiça: “Estou aguardando o fim dos inquéritos nos quais estou sendo investigado. Esse habeas corpus vai decidir todos os passos que vou dar daqui em diante.” Fugindo da PF e da Interpol, a polícia internacional, o caminhoneiro está no México.

 

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Entenda quem é Zé Trovão, o caminhoneiro por trás da paralisação das rodovias

Uma notícia tem sido destaque nos noticiários desta quinta-feira (9). A mobilização prévia para os protestos do dia 7 de setembro pelos caminhoneiros, projetaram o nome do youtuber Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão, como um dos assuntos mais discutidos nas redes sociais nesta quinta-feira. Convocações feitas por meio de vídeos por Zé Trovão circulam em grupos de simpatizantes do presidente Bolsonaro desde o final do mês de agosto e convocavam os bolsonaristas às manifestações do dia 7 de setembro, além de incentivar as paralisações nas estradas do país.

O youtuber segue foragido após a determinação de prisão feita pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na última sexta-feira (3), onde é acusado de ameaças à democracia em atos violentos que estavam sendo organizados para o Dia da Independência. Zé Trovão também está proibido de se aproximar da Praça dos Três Poderes, em Brasília, por determinação do STF.

Zé Trovão também ficou conhecido como uma liderança dos caminhoneiros ao incitar atos contra os ministros do STF. Nas redes sociais, o youtuber propõe que os manifestantes só deixem Brasília após os membros da Corte serem retirados, além de pedir que os manifestantes entregassem vários pedidos de impeachment dos membros do STF.

O youtuber fez uma publicação no sábado (4), na qual afirmava que estaria na Avenida Paulista, em São Paulo, e desafiava o ministro Alexandre de Moraes a ir prendê-lo.”Eu vou te fazer um convite, Alexandre de Moraes. Que tal você mesmo vir à Paulista no dia 7 de setembro e me prender? Estarei lá à sua disposição.”

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.