“Delírios”: Justiça nega pedido de prisão contra Bonner e arquiva o processo

O pedido de prisão foi analisado por uma juíza. Ela tomou uma decisão firme e ainda deu uma resposta à altura

Um pedido de prisão contra o jornalista e apresentador William Bonner foi negado pelo TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios). De acordo com o portal Metrópoles, o autor do pedido seria o advogado Wilson Issao Koressawa. Ele teria entrado com o mandado de segurança cível contra Bonner por um motivo bastante inusitado.

O advogado teria tomado essa atitude porque o apresentador incentivou a vacinação contra a covid-19. Ainda segundo o portal, no pedido apresentado ao tribunal , Koressawa alegou que Bonner estaria cometendo crimes de indução de pessoas ao suicídio, de causar epidemia e de envenenar água potável, substância alimentícia ou medicinal destinada a consumo. Além disso, o advogado ainda queria a suspensão da vacinação obrigatória no Brasil. Então a decisão ficou nas mãos da juíza Gláucia Falsarella Pereira Foley. Após analisar o pedido, a juíza o considerou de descabido e afirmou :”Como fundamento, [o autor] reproduz teorias conspiratórias, sem qualquer lastro científico e jurídico, esvaziando seu texto em mera panfletagem política.” Além disso, a juíza arquivou o processo e relatou o seguinte:

“O Poder Judiciário não pode afagar delírios negacionistas, reproduzidos pela conivência ativa – quando não incendiados – por parte das instituições, sejam elas públicas ou não. Além disso, a decisão do Supremo Tribunal Federal, na ADPF 130/DF, consagrou o entendimento de que o exercício da liberdade de imprensa assegura ao jornalista o direito de expender críticas a qualquer pessoa, especialmente contra autoridades e agentes do Estado. Para Eugênio Bucci, aliás, mais do que direito do jornalista, a liberdade de informação é direito do cidadão e dever da imprensa”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

William Bonner e Renata Vasconcellos ficarão momentaneamente fora do comando do Jornal Nacional

O Jornal Nacional terá pelos próximos dias rostos diferentes assumindo a bancada. Desde a noite de ontem (10), os jornalistas Hélter Duarte e Ana Luiza Guimarães que comandaram o jornalístico.

Willian Bonner e Renata Vasconcellos ficarão momentaneamente fora do jornal por conta da Covid-19. Renata apresentou sintomas gripais leves e testou positivo para o vírus. Por conta disso, Bonner precisou ficar isolado e esperando o resultado.

“Renata Vasconcellos testou positivo no sábado com sintomas bem leves. Pelo protocolo, o mesmo que vem sendo adotado pela Globo desde o início da pandemia, William Bonner está afastado e fará o teste amanhã (terça). Se estiver negativo, volta pra bancada na própria terça”, disse o comunicado da TV Globo.

Em suas redes sociais, Bonner tranquilizou os fãs. “Sintomas: nenhum. Mas, pela segurança de todo mundo, o protocolo é ficar isolado até obter o resultado negativo do P-C-R. Amanhã saberemos. Melhoras, duquesa @renatavasconcellosoficial!”, escreveu ele.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Ao vivo, Bonner se irrita com Bolsonaro, questiona se ele cumpriu seu dever como presidente e dispara: “Seja responsável”

O jornalista William Bonner perdeu a paciência, ao vivo, com o presidente Jair Bolsonaro. Tudo aconteceu enquanto o âncora do Jornal Nacional noticiava os ataques do presidente contra a vacinação de crianças e a atuação da ANVISA.

Usando o recurso “editorial”, Bonner usou o espaço para enfatizar a responsabilidade do mandatário sobre as atitudes que toma e sugerir o enquadro do presidente por desrespeitar a garantia da população ao acesso universal à saúde previsto na Constituição.

“O presidente Jair Bolsonaro é responsável pelo que diz, pelo que faz. Espera-se que venha também a ser responsável por todas as consequências daquilo que faz e diz”, enfatizou Bonner.

“Nós já mostramos o que diz o artigo 196 (da Constituição). É dever das autoridades que governam o País implementar políticas que visem a reduzir o risco de doenças. E a pergunta que se põe é: o presidente da República cumpriu esse dever?”, completou o jornalista.

O jornalista também afirmou que o Jornal Nacional pediu um pronunciamento ao Palácio do Planalto, mas não obteve respostas. “O ‘Jornal Nacional’ pediu ao Palácio do Planalto que se pronunciasse a respeito das críticas veementes dos médicos às declarações do presidente Jair Bolsonaro. Mas nós não recebemos nenhuma resposta”, disse Renata Vasconcellos.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

William Bonner “derruba” aplicativo Conecte SUS ao vivo e brinca: ‘voltou, mas não voltou muito’

Um momento inusitado aconteceu na bancada do Jornal Nacional, na noite dessa quinta-feira (23), e envolveu o apresentador William Bonner, que foi o responsável por transmitir ao espectador a notícia da suposta volta ao ar do aplicativo Conecte SUS. 

A princípio, Bonner noticiou ao vivo que a plataforma estava funcionando normalmente após o ataque hacker ao Ministério da Saúde. Para autenticar a informação o apresentador pegou o próprio celular e testou ao vivo.

William Bonner voltou para informar que o app tinha caído novamente, há dois minutos de ter dado a primeira informação. “Eu lamento. Voltou, mas não voltou muito. Ou então voltou e eu sou o culpado e derrubei quando eu falei para você tentar aí, e o sistema não aguentou. Vamos aguardar mais um pouquinho”, comentou.

Logo depois Bonner falou que o aplicativo estava no ar, mas que estava travando. O apresentador disse que havia atualizado o aparelho celular.

Por último, o âncora do JN leu uma nota do Governo Bolsonaro que informou que o aplicativo estava de volta, mas que poderia apresentar instabilidades.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.