William Bonner faz desabafo sobre situação da saúde em Manaus e critica gestão da pandemia: “estamos esgrimando com loucos, irresponsáveis”

William Bonner, âncora e editor-chefe do Jornal Nacional, na rede Globo, fez longo desabafo sobre a situação do estado do Amazonas e sobre o papel da imprensa em criticar o Governo. Assim, o jornalista afirmou estar “esgrimando com loucos”, indicando uma batalha sem sentido e sem fim contra o governo.

Bonner demonstrou exaustão de tanto criticar as medidas do governo na gestão da pandemia: “Aí chega aquele momento em que eu, a Renata Vasconcellos, nós aparecemos aqui ao lado do Alan Severiano que está em São Paulo. Você já sabe o que vai acontecer agora. Mas eu queria só lembrar que se nós fazemos isso todo dia é porque nós estamos cumprindo um dever profissional. Nós aqui e todos os jornalistas do planeta Terra”, afirmou o jornalista.

“Nesse momento, infelizmente, além de dar as notícias, de trazer as informações corretas, nós estamos esgrimando com loucos, com irresponsáveis, com gente que é capaz de entrar num whatsapp da vida e sair espalhando mentira a bel-prazer, mas as mentiras mais absurdas, crendices. Tem gente que faz isso investido de cargo público. Tem gente que faz isso sistematicamente. Mas a gente aqui, nós jornalistas profissionais, nós não vamos desistir, porque esse é o nosso dever profissional. A gente está defendendo aqui a nossa profissão, mas a gente tá defendendo aqui, a sociedade. A nossa, aqui no Brasil, e cada colega nosso jornalista em cada país desse planeta.”, acrescentou.

“Agora eu vou pedir para vocês que prestem muita atenção nas informações que o Alan está trazendo porque elas foram colhidas por um consórcio de veículos da imprensa, empresas, independentes da imprensa, se juntaram para oferecer para você em diversos meios e veículos, números e informações confiáveis como essas que o Alan vai trazer agora e ele tem uma notícia péssima para trazer para você. A média de casos da pandemia do Brasil também bateu um recorde”, concluiu o apresentador.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Depois de Bolsonaro detonar William Bonner, Datena quebra o silêncio e desabafa: “Não sou canalha. Respeito minha profissão, respeito meus colegas de trabalho”

Uma grande dicotomia continua repercutindo nesta sexta-feira (8). Então, um querido apresentador e jornalista resolveu tomar uma atitude e quebrou o silêncio. Mas afinal, o que aconteceu?

Durante a semana, o presidente Jair Bolsonaro criticou duramente o jornalista e apresentador William Bonner. Então, José Luiz Datena, também apresentador e jornalista, resolveu se pronunciar. Em tom desapontado, Datena desabafou e mandou um recado para Bolsonaro:

“Pelos erros da esquerda, pela exposição das suas ideias, que muita gente concorda, pela imprensa que divulgou suas ideias, o senhor não pode ficar atacando a imprensa como o senhor ataca, respeite à democracia. Pense bem naquilo que o senhor fala, pois o que o senhor fala hoje tem que ser sustentado amanhã. Não adianta o senhor falar uma bobagem hoje e, no outro dia, colocar na boca da imprensa. Isso não cola mais. O que aconteceu nos Estados Unidos hoje não tem nada a ver com o Brasil.”

Além disso Datena não concordou que um insultou que Bolsonaro fez a Bonner e falou:

“Não aceito o termo ‘canalha’ pra mim. E não aceito o termo ‘canalha’ para a história da imprensa brasileira. Se não fosse a imprensa brasileira, hoje não viveríamos num país democrático. Respeito minha profissão, respeito meus colegas de trabalho. Não sou canalha. Nenhum de nós pode chegar em casa e ser questionado por nossos filhos: ‘O senhor é canalha, papai?’ Eu não sou canalha, não aceito esse termo.” Mas não é só isso.

Veja o que Bolsonaro falou sobre Bonner LEIA MAIS.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Polícia intima apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos a prestar depoimento

Nesse sábado (5) uma história inusitada tomou as manchetes. Isso porque dois queridos jornalistas e apresentadores acabaram intimados pela polícia. Mas afinal, o que aconteceu?

Uma das maiores duplas do jornalismo brasileiro terá que prestar depoimento. Os apresentadores do Jornal Nacional, William Bonner e Renata Vasconcellos, receberam uma intimação da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Então, agora eles devem depor sobre o suposto crime de desobediência depois de publicações sobre a investigação de supostos esquemas de “rachadinhas” no caso envolvendo Fabrício de Queiroz. A emissora recebeu uma proibição judicial e não poderia publicar dados sigilosos sobre o Caso Queiroz. O caso em questão trata-se da investigação de supostas “rachadinhas” realizadas no gabinete da Assembleia Legislativa do RJ (Alerj) de Flávio Bolsonaro. Mas não é só isso.

De acordo com o portal UOL, o delegado Pablo Dacosta Sartori já emitiu os mandados de intimação aos jornalistas. Agora, eles devem prestar depoimento sobre o que aconteceu e sobre a suposta “desobediência a decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito”. Além disso, há alguns meses, a emissora teria se pronunciado sobre a proibição da Justiça. Para ela, se trata de um caso de cerceamento à liberdade de informar, já que a investigação e o caso são de interesse da sociedade como um todo.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.