Músico do Molejo acusa vizinha de chamar o filho autista dele de “retardado” em comentários enquanto o menino brincava

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (14). Mais um caso de discriminação foi denunciado, agora envolvendo o baterista do Grupo Molejo. De acordo com o músico, o caso aconteceu no condomínio em que reside na zona oeste do Rio de Janeiro. O músico Jimmy batera e sua esposa Cristiane Sales, foram até a delegacia da Taquara registrar o caso que envolve o filho do casal, George de apenas 7 anos, que é portador de autismo.

O pequeno George brincava na área de lazer do prédio com outra criança, então a mulher fez comentários ofensivos numa conversa com outra pessoa. O baterista conta que esta vizinha teria dito. “depois que autismo virou moda, retardado tinha mudado de nome”. E George resolveu então gravar uma mensagem de posicionamento ao lado pai.

O Grupo Molejo e o Projeto Kephas emitiram uma nota nas redes sociais lamentando o ocorrido e para cobrar um posicionamento das autoridades para que os responsáveis possam ser punidos. A Polícia Civil do Rio de Janeiro disse que os envolvidos e testemunhas compareceram a delegacia de Taquara e que o inquérito foi encaminhado à justiça.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.