Vitória da Conquista: Grande incêndio destrói atacadão e funcionários aparecem fugindo do local

Um incendeio de grandes proporções assustou a população de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, na manhã desta sexta-feira (8).

As chamas atingiram uma unidade de um atacadão no bairro Conveima 2. De acordo com informações preliminares, o fogo teria começado por volta das 8h. Nas redes sociais, muitas pessoas publicaram fotos e vídeos do incêndio e num desses registros é possível ver que os funcionários correndo da fumaça e do clarão que se alastra pela unidade. Tudo indica que não houve nenhuma vítima. Contudo, a maior parte da unidade ficou queimada. Mas não é só isso.

Na BR-116, que fica em frente ao atacadão, formou-se um grande congestionamento e o trânsito ficou lento. A fumaça ficou muito alta na região, prejudicando a visibilidade. Para combater as chamas, três viaturas do 7° Grupamento de Bombeiros Militar (7°GBM/Vitória da Conquista) chegaram ao local. Os bombeiros confirmaram que realmente não há vítimas. Além disso, a principal hipótese é de que o fogo tenha se iniciado num local destinado ao estoque de substâncias inflamáveis.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Vitória da Conquista: Mulher encontra o marido sem vida dentro do tanque da casa do casal

A cidade de Vitória da Conquista, na Bahia, acordou com um caso trágico. Um empresário de 49 anos foi encontrado morto dentro de um tanque de água da sua casa. O caso aconteceu na última quarta-feira (19).

O nome da vítima é Gilvan dos Santos Souza e ele era empresário e dono de uma padaria na cidade. De acordo com a TV Sudoeste, afiliada da TV Globo, o corpo de Gilvan foi encontrado pela própria esposa. Ao chegar em casa, por volta das 19h, a mulher sentiu falta do companheiro e foi procurá-lo. Ela só não esperava o encontrar da pior forma possível.

Ao olhar o tanque, ela viu o marido morto. A principal suspeita é de que ele tenha morrido afogado enquanto fazia alguns reparados no tanque.

O corpo de Gilvan foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Após o rompimento de barragem em Vitória da Conquista, prefeitura de Itambé pede que moradores deixem suas casas

Uma barragem localizada no distrito de Iguá, em Vitória da Conquista, se rompeu nesse sábado (25) e fez com que a cidade de Itambé, que fica localizada há cerca de 58 km do local, ficasse em estado de alerta. A prefeitura de Itambé fez o anúncio de que uma barragem da região havia se rompido e que uma forte enxurrada deveria atingir áreas do município na noite de sábado. Os moradores das proximidades do rio Verruga foram orientados a deixar o local.

Segundo a prefeitura, o rompimento da barragem não causou maiores prejuízos em razão dos moradores já terem sido avisados do perigo.“Agora é torcer realmente para que não quebre a estrada e não precise interditar a [BR-]116”, informou Sheila Lemos, prefeita de Vitória da Conquista.

Um alerta já havia sido emitido pela prefeitura de Iguá, em razão do rio já ter transbordado na madrugada desse sábado e alagado casas. Pelo menos 10 casas desabaram na região, mas não há registro de feridos ou desaparecidos.

Bairros de Itambé já tinham registado alagamentos, como o Agenor Novaes, Centro e Sidney Pereira de Almeida, antes do anúncio do rompimento da barragem. Moradores da região informaram que foi a maior chuva em 20 anos.

Muitas famílias estão desabrigadas e desalojadas na região. A Defesa Civil e prefeitura estão nas ruas fazendo levantamento dos estragos e dando assistência para as famílias vítimas das fortes chuvas. As pessoas estão sendo encaminhadas para colégios do município para ficarem abrigadas.

Segundo a Defesa Civil do estado, as chuvas que atingem a Bahia desde novembro colocaram 66 cidades em situação de emergência e causaram a morte de 17 pessoas. Pelo menos 3,8 mil pessoas ficaram desabrigadas e 10.955 ficaram desalojadas (tiveram que abandonar seus imóveis, mas não necessitaram de abrigo).

Moradores de dois bairros de Salvador, Castelo Branco e Sete de Abril, foram orientados a deixar as suas casas na noite de sábado por conta do risco de desabamento de imóveis e deslizamentos de terra.

Após o volume de chuva ultrapassar 150 milímetros em 72 horas, as sirenes de alerta soaram. “Tivemos o novembro mais chuvoso dos últimos dez anos e dezembro vai superar todas as expectativas”, explicou Sósthenes Macedo, coordenador da Defesa Civil de Salvador.

As chuvas afetaram com maior força as regiões sul e sudoeste do estado. Em Itororó, o número de desabrigados chegou a 200 neste sábado; em Guaratinga, os temporais deixaram 600 pessoas desabrigadas e causaram o desabamento de 58 casas. E para complicar ainda mais, 25 pontes ficaram danificadas, deixando comunidades em isolamento.

“É uma situação de risco, porque agora são mais locais atingidos. Antes, era uma coisa mais concentrada em quatro cidades e agora, está se espalhando. Então, desa vez é pior”, contou o governador Rui Costa (PT).

O governador disse que ainda estão sendo feitos levantamentos para se avaliar os estragos causados pelas chuvas, mas que já é possível afirmar que há grande número de desalojados em pelo menos 20 cidades. Rui estima que cada cidade tenha, ao menos 300 pessoas fora de suas casas. “São milhares de pessoas que tiveram de sair de suas casas, porque a água subiu um metro, dois metros, em alguns lugares, até três metros”.

Rui Costa ainda informou que o governo federal e 5 estados enviarão apoio à Bahia: Espírito Santo, Minas Gerais, Maranhão, Paraíba e São Paulo.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Redes Sociais

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Social.

Ex-namorado teria tirado a vida de estudante de engenharia para vender o carro da dela no sudoeste baiano

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (17). O corpo da jovem Sashira Camilly Cunha Silva, de 19 anos, foi encontrado nesta quinta-feira (16), na cidade de Planalto, que fica localizada a 50 km de Vitória da Conquista. O ex-namorado da jovem, que não teve a sua identidade revelada, confessou que cometeu o crime para depois vender o carro dela. De acordo com informações, o ex-namorado da vítima agiu em conluio com outras duas pessoas, também envolvidas no crime. Todos os envolvidos se conheciam do curso de engenharia civil da Fainor, (Faculdade Independente do Nordeste), instituto de ensino superior privado.

O ex-namorado de Sashira se entregou na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), por volta de 00h da quinta-feira (16), acompanhado do seu advogado. Equipes da Coordenadoria de Polícia e da Deam, foram nas casas de outros dois suspeitos indicados, momentos depois. Um dos suspeitos conduziu os agentes até o local onde o corpo foi abandonado, na cidade de Planalto.

A jovem foi assassinada em Vitória da Conquista, cidade onde residia. O ex-companheiro detalhou aos policiais como cometeu o crime. Disse que dopou a jovem com remédio controlado e, na sequência, esfaqueou rosto e pescoço, entretanto, quando chegou no local onde deixaria o corpo, percebeu que Sashira ainda estava viva e a estrangulou até a morte.

O segundo homem suspeito pegou o carro da vítima e levou o corpo dela e o ex-namorado da cidade de Vitória da Conquista até Planalto, com o objetivo de depois desta ação vender o veículo. O terceiro envolvido teria feito a conexão entre o ex da jovem e o segundo acusado, uma vez que não eram próximos. O homem foi o responsável por pagar um carro de aplicativo para conduzir o segundo envolvido até o local onde o crime seria praticado. Tanto o segundo quanto o terceiro envolvido alegam não saber que a vítima seria Sashira.

A jovem Sashira teria sido agredida pelo ex-companheiro com uma cabeçada no nariz há dois anos, de acordo com a polícia. Na época houve uma medida protetiva que foi expedida pelo Núcleo da Criança e do Adolescente, mas não estava mais em vigor. Os acusados foram presos e estão a disposição da justiça.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.