Número de vítimas no acidente em Capitólio sobe para oito e duas pessoas seguem desaparecidas

Subiu para oito o número de mortos na tragédia em Capitólio, Minas Gerais. Na manhã de ontem (08), uma imensa estrutura rochosa deslizou do cânion e atingiu quatro embarcações com turistas.

Por volta das 9h50 de hoje (09), a equipe do Corpo de Bombeiros localizou um corpo do sexo masculino submerso no local do acidente. Ainda restam duas pessoas desaparecidas.

Nesta manhã cerca de 50 militares se empenharam na operação de busca. Além deles, 11 mergulhadores dos bombeiros que são especialistas neste tipo de operação; 4 lanchas e 3 motos aquáticas da Marinha e dos bombeiros estão com o local delimitados para as buscas.

Ao total, são 4 mulheres e 4 homens entre os mortos, mas nenhuma dessas vítimas foram identificadas; 32 pessoas ficaram feridas, e dessas, 27 já foram liberadas.

A região é um importante ponto turístico e assim como algumas partes do Brasil, vem sendo atingidas pelas fortes chuvas. O Instituto Nacional de Meteorologia havia emitido um alerta de chuvas intensas, que durariam até a manhã de ontem.

A Defesa Civil de Minas Gerais também havia feito um alerta sobre a possibilidade de ocorrências de “cabeça d’água’.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Cinco pessoas da mesma família estão entre as vítimas da queda de avião na manhã de hoje

Uma notícia triste tem sido divulgada nas redes sociais nesta terça-feira (14). A queda de uma aeronave de pequeno porte em Piracicaba, interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira, causou a morte de uma família inteira, além do piloto e do copiloto. Os passageiros do avião eram Celso Silveira Mello Filho, Maria Luiza Meneghel Silveira Mello e seus filhos Camila, Fernando e Celso.

O economista e empresário Celso Silveira Mello Filho, de 73 anos, era dedicado a agropecuária e culturas de milho e soja, além de ter sido coordenador-geral na implantação de projetos nas Usinas Costa Pinto e Santa Bárbara entre as décadas de 70 e 80. Mello Filho ainda foi presidente do XV de Piracicaba.

Celso Elias Carloni, o piloto, trabalhava há quase duas décadas com aviação e o copiloto da aeronave, Giovanni Gullo, também foi vítima deste trágico acidente. De acordo com os bombeiros, a aeronave saiu do aeroporto de Piracicaba e caiu momentos depois em uma área ao lado da Fatec (Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo) da região, por volta das 8h40. O porta-voz dos bombeiros afirmou que todos os passageiros vieram a óbito no momento da queda do avião.

Na manhã desta terça-feira a Cosan divulgou uma nota lamentando a tragédia:

‘‘Com enorme pesar, a Cosan informa que o empresário Celso Silveira Mello Filho estava com a família na aeronave King Air 360 que caiu na manhã de hoje, em Piracicaba, causando a morte de todos os ocupantes. Celso era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. Também estavam no avião a esposa de Celso, Maria Luiza Meneghel, seus três filhos, Celso, Fernando e Camila, o piloto Celso Elias Carloni e o copiloto Giovani Gulo’’.

O Esporte Clube XV de Piracicaba também lamentou o acidente:

“O XV de Piracicaba lamenta profundamente o falecimento de Celso Silveira Mello Filho, sua esposa, filhos e demais tripulantes vítimas da queda da aeronave em que estavam presentes nesta terça-feira (14).
Celso Silveira Mello Filho foi presidente do XV em duas oportunidades e atualmente compunha o quadro do Conselho Deliberativo do clube, além de ser irmão de Rubens Ometto Silveira Mello, presidente do Conselho de Administração do Grupo Raízen, patrocinador master do XV.”

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Avião com pessoas a bordo na região de Piracicaba e até o momento não há registros de sobreviventes

Uma triste notícia tem sido manchete nos principais meios de comunicação desta terça-feira (14). Uma aeronave de pequeno porte caiu em uma região de mata na avenida Cezira Giovanoni Moretti, em Piracicaba, no interior de São Paulo. O acidente aconteceu na manhã desta terça-feira e vitimou sete pessoas que estavam a bordo.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave saiu do aeroporto de Piracicaba e caiu momentos depois, por volta das 8h40, em uma região ao lado da Fatec (Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo).

O Corpo de Bombeiros esteve no local para conter as chamas geradas pelo impacto da aeronave com o solo. Foram usadas na ação sete viaturas e de acordo o porta-voz dos bombeiros, Major Palumbo, sete pessoas que estavam a bordo teriam morrido no acidente.

Estão circulando na internet vários vídeos que mostram o momento em que a aeronave cai. Em um dos vídeos é possível notar o pânico de pessoas que se desesperam ao ver a queda do avião momentos depois de decolar.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

“Quem morreu, é porque tinha que morrer”, diz vereador de GO em discurso desastroso sobre a Covid-19

Uma declaração desastrosa de um político foi destaque nesta semana. Pois durante uma sessão na Câmara Municipal de Anápolis (GO), o vereador, Delcimar Fortunato, declarou, na última segunda-feira (17) que “morreu [de covid-19] quem tinha que morrer”, ao tentar defender a gestão da prefeitura durante a pandemia do novo coronavírus. 

“No momento do colapso [da pandemia], nós não deixamos a desejar. Conseguimos atender a demanda. Quem morreu, é porque tinha que morrer. Não foi por falta de leitos, não foi por falta de profissional. Então, assim, eu quero parabenizar o prefeito Roberto por fazer um trabalho de excelência”, afirmou o vereador.

Segundo o portal IstoÉ, o parlamentar fez vários elogios e parabenizou o prefeito Roberto Naves da cidade de Anápolis pela sua administração nos investimentos na área da Saúde.

“Muitas vezes a oposição bate falando que a Saúde em Anápolis é muito ruim. Eu discordo. A gente só vê que a Saúde está bem, e muito bem, quando tem um ente querido da gente que precisa. Realmente observei esses dois dias. A gente só tem certeza depois que tem esse tipo de situação na família”, disse Delcimar.

Após o vídeo da sua fala ter repercutido o Brasil inteiro, o vereador retornou à Câmara Municipal da cidade no dia seguinte e pediu desculpas aos familiares e amigos que perderam seus entes queridos. Também disse que se expressou de forma errônea.

“O que quis dizer é que as pessoas morreram devido à letalidade do vírus e não pela falta de assistência ou atendimento no setor da saúde”, explicou Delcimar.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.