Após diversas críticas, MEC volta atrás em sua decisão

Após a notícia de que o Ministério da Educação (MEC) havia estipulado a volta das aulas presenciais em janeiro de 2021, choveu uma enxurrada de críticas à decisão nas redes sociais. A medida foi anunciada hoje (2), no Diário Oficial da União, e a portaria foi enviada às universidades. Imediatamente houveram respostas negativas de algumas reitorias.

O reitor Universidade Federal da Bahia (UFBA), João Carlos Salles, já havia confirmado que a UFBA não retornaria às aulas presenciais no início do próximo ano.  Segundo o reitor, a decisão foi tomada visando apenas a segurança dos alunos e funcionários da instituição. Em nota o reitor disse: “zelo e responsabilidade acadêmica e institucional”.

Após a imediata repercussão negativa das comunidades acadêmicas e de alguns alunos nas redes sociais o Ministério da Educação (MEC) decidiu voltar atrás na sua decisão e revogou a portaria publicada. Assim, resta agora saber qual serão os próximos passos do MEC em relação ao tema.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.