Empresário troca tiros com invasor em sua fazenda na região onde o suspeito de ter tirado a vida de três pessoas está sendo procurado

O barulho de tiros disparados durante a madrugada dessa quarta-feira (1º), causou pânico aos moradores da região da fazenda Curralinho das Lajes, na zona rural de Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal. Envolvido no tiroteio estava o empresário Caio César Marques Coelho, de 32 anos, que teria, segundo ele, trocado tiros com um homem estranho em sua chácara.

Curiosamente, o município de Abadiânia é o suposto local onde o criminoso Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, está foragido. Wanderson é suspeito de ser o responsável por  três mortes bárbaras que aconteceram em Corumbá de Goiás, no último domingo (28/11). As vítimas são a sua companheira grávida de 4 meses e sua enteada de 2 anos de idade. Também foi assassinado um vizinho de 73 anos.

O empresário disse que chegou de caminhonete em sua chácara por volta de uma hora da manhã. No local chovia muito e não havia energia elétrica. Caio estava sozinho. No momento em que estacionou a sua caminhonete e desceu do veículo disse que ouviu barulho de vidro se quebrando.

Achei estranho. Liguei a lanterna do celular, saquei minha arma de defesa pessoal e fui verificar o que era”, disse Caio.
Quando Caio focou a lanterna em direção a uma das extremidades do alpendre que cerca a casa da chácara, percebeu a presença de um homem armado. O homem suspeito era de porte mediano, tinha uma camiseta clara e era magro, informou o empresário. Ao ser percebido, o suspeito teria dado dois tiros na direção do empresário.

“Eu dei doze disparos que era o que eu tinha no carregador na hora. Descarreguei minha arma”, disse o empresário, que estava armado com uma pistola 9mm.

Na chácara é possível ver várias marcas de tiros. Um deles acertou a caminhonete de Caio acima do pneu. Os disparos feitos pelo empresário atingiram a mureta da casa e também perfuraram móveis de madeira.

“Quando acabou a munição, eu larguei minha pistola no chão e vazei. Ele sumiu. Eu corri para um lado e ele correu para o outro. Graças a Deus eu não estava com meus filhos e minha esposa”, disse Caio.

Após a troca de tiros, o empresário disse que correu a pé na direção da estrada e tentou entrar em contato com a polícia, porém estava sem sinal de celular. Desesperado, Caio conseguiu enviar uma mensagem de áudio para o número de WhatsApp de um amigo pedindo ajuda.

Descarreguei minha pistola aqui cara. Só que não sei se acertei. Acabou a munição. Estou tentando falar com o 190 aqui é não estou conseguindo. Me ajuda aqui. Você está na cidade, perto da polícia. Manda vir aqui na minha chácara, estou sozinho aqui”, disse o empresário na mensagem de áudio.

Foram deslocadas para o local, ainda na madrugada, viaturas da Polícia Militar e equipes de policiais para realizar buscas na chácara e na mata ao redor. A polícia encontrou uma garrafa quebrada e um armário com panelas revirado.

No local havia algumas pegadas de lama no chão. Policiais Civis estiveram no local e a Polícia Científica foi acionada para recolher impressões digitais e material para exame de DNA.


Caio afirma com certeza que o homem com quem trocou tiros era o bandido Wanderson. O barulho dos disparos acordou o caseiro da chácara, que assustado deixou o imóvel. Caio, por sua vez, trancou a chácara e decidiu voltar para sua casa em Anápolis.

Wanderson Protácio praticou os crimes, pelos quais é suspeito, no fim da tarde de domingo (28/11). A Polícia Civil informou que ele é suspeito de ter matado a facadas a própria esposa, Raniere Aranha Figueiró, de 19 anos, e a filha dela, Geysa Aranha da Silva Rocha, de 2 anos.

Logo em seguida, Wanderson invadiu a casa de um vizinho, roubou o revólver dele e matou a tiros o produtor rural Roberto Clemente de Matos, de 73 anos. Segundo informações, o suspeito teria cometido o crime para roubar uma caminhonete. Nesta ação, Wanderson teria tentado estuprar a esposa da vítima, de 45 anos, porém não conseguiu e atirou na mulher. A vítima conseguiu resistir ao ferimento.

O suspeito abandonou a caminhonete roubada em uma rodovia da região. A polícia conseguiu prender um receptador de Alexânia para quem Wanderson Mota vendeu o celular que pertencia a sua esposa.


Em 2019, na cidade de Goianápolis (GO),Wanderson esfaqueou várias vezes uma jovem de 18 anos no dia do aniversário dela. A agressão só parou porque a faca usada pelo criminoso quebrou. Por este crime de tentativa de feminicídio, o jovem chegou a ser preso, mas foi solto em seguida.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Salvador: Mãe de gravida baleada, em ação da PM, relata dor pela morte do neto: “Meu neto foi embora”

Uma notícia triste tem causado grande comoção entre os internautas ainda nesta terça-feira (18). Isso, porque uma jovem grávida foi baleada e o bebê acabou não resistindo.

A jovem Jucilene Santana Juriti, de 26 anos, foi baleada durante ação policial na comunidade Mariango, no bairro de São Tomé de Paripe, em Salvador, e está internada em estado grave no Hospital do Subúrbio, onde precisou fazer uma cirurgia de emergência para tirar o bebê que morreu ainda na barriga.

A mãe da jovem está completamente indignada com o fato ocorrido. “Meu neto foi embora, minha filha está hospitalizada e quem vai responder por isso? Quem vai pagar por isso?”. Esse é o questionamento de Eliane Santana, mãe de Jucilene.

“Nunca pensei que eu fosse passar por um momento desse, de perder um neto, de minha filha estar toda destruída por dentro, vítima de bala, vítima de ações de policiais”, comentou Eliane

Jussicleia Modesto, uma moradora da região, relatou que havia um jovem armado no bairro e em seguida, policiais iniciaram os disparos. “Não teve troca de tiros. O menino [armado] que estava aqui correu e invadiu uma casa. Foi quando o policial desceu disparando os tiros e aí atingiu a Juci”, explicou a mulher.

Na manhã desta terça-feira (18), moradores do bairro de São Tomé de Paripe protestaram na BA-528, conhecida como Estrada do Derba. Segundo o grupo, a manifestação foi contra a ação policial, que terminou com a gestante baleada e o bebê dela morto.

A ação policial

Moradores da comunidade Mariango informaram que a ação aconteceu por volta das 16h30 da segunda-feira (17). Eles relataram que os policiais entraram na rua efetuando disparos e que não havia confusão no local. A polícia Militar, no entanto, alega que houve troca de tiros com criminosos.

A gestante estava sentada na porta de brincando com os outros dois filhos e conversando com as vizinhas, quando foi atingida por três tiros, onde um dos disparos atingiu o abdômen da vítima fazendo ela perder o bebê, os outros dois atingiram um braço e um rim de Jucilene. A família afirma que os disparam foram feitos pelos policiais.

Uma vizinha e amiga da vítima, que estava na porta de casa com ela no momento da ação policial, conta que só percebeu que Jucilene tinha sido baleada, quando ela pediu para não morrer.

PM alega troca de tiros

Por meio de nota, a PM informou que uma equipe da 19ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) esteve na Rua Adilson Ferreira, quando se deparou com suspeitos armados, que teriam disparados contra os policiais.

A PM diz que houve um revide e que, durante a fuga, os suspeitos invadiram residências. Durante essa troca de tiros, a gestante foi baleada. A PM informou ainda que ela foi socorrida pelos próprios policiais para o hospital.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Homem que teria assassinado 24 pessoas, incluindo o próprio irmão, morre em uma troca de tiros contra policiais

Uma notícia está sendo muito divulgada no final desta semana e continua nas manchetes deste domingo (2). Isso porque, na manhã deste sábado (01/5), um homem que havia confessado ter matado 24 pessoas, foi morto durante um confronto com a Polícia Civil, em Canhotinho, Pernambuco.

Segundo o portal Metrópoles, com informações do site Alagoas 24 horas, o homem, identificado como Erivaldo, mais conhecido por ‘“Cabelinho”, estava foragido da Justiça de Alagoas já algum tempo.

Ainda de acordo com o site, os policiais se deslocaram para a localidade onde o suspeito estava escondido, para cumprir um mandado de prisão, entretanto, ao chegarem ao recinto, foram surpreendidos com vários disparos de arma de fogo. Os agentes informaram que, assim que Erivaldo começou a atirar, os policiais revidaram e acertaram “Cabelinho”.

O suspeito foi encaminhado para o Hospital de Garanhus, entretanto, devido aos ferimentos, o elemento não resistiu e veio a óbito na unidade de saúde. Ele estava solto desde fevereiro de 2020, após 30 anos no sistema prisional. Segundo informações do Alagoas 24 horas, Erivaldo Francisco Neves de Oliveira,  teria assassinado 24 pessoas, sendo 13 dentro da prisão, incluindo o próprio irmão.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Salvador: intensa troca de tiros no bairro de Pernambués assusta a população e polícia é chamada para a ocorrência; há registro de feridos

Uma notícia circulou pelas redes sociais nesta segunda-feira (12).De acordo com a Polícia Militar, houve uma intensa troca de tiros no bairro Pernambués, em Salvador, na noite desse domingo (11). Segundo informações do Centro Integrado de Comunicações (CICOM), equipe da 1ª CIPM, foi acionada para averiguar uma ocorrência por volta das 19h desse domingo.

A Polícia Militar informou que assim que a equipe acionada estava no local foi feito um pedido para que novas viaturas dessem suporte a ocorrência. O órgão de SSP não divulgou número de mortos ou feridos no confronto até às 21h50. Entretanto fontes externas confirmaram que pelo menos duas pessoas ficaram feridas. Foram feitas imagens e houve registros em vídeo feito pelos moradores locais do momento do tiroteio.

De acordo com boletim divulgado pela SSP, houve registro de seis mortes em Salvador e Região Metropolitana ocorridos entre sábado (10) e às 21h50 desse domingo.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.