Jacobina: População se assusta com novo tremor de terra, magnitude de 2.7 é registrada

Os moradores da cidade de Jacobina, Bahia, continuam em alerta nesta quinta-feira (04). Isso porque na madrugada de ontem foi registrado um tremor de terra de magnitude 2.7 mR. De acordo com o portal Calmon Notícias, em outros episódios, a população local conseguiu perceber e até ouvir a manifestação desses tremores, principalmente quem morava mais próximo ao epicentro destes tremores. Mas não é só isso.

Além disso, esse não foi o único tremor dos últimos dias. No domingo (31), outro tremor foi registrado um com magnitude de 2.6 mR.  Contudo, nenhum destes teve energia o suficiente para causar danos estruturais ou derrubar objetos, o que já aconteceu há alguns meses atrás em algumas cidades baianas.

Os tremores seguem sendo monitorados pelo Laboratório Sismológico da UFRN. Todas as informações são divulgadas em tempo real. Apesar do abalo na quarta-feira, nenhum morador sentiu ou escutou o tremor.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional, Regional.

Tarde é marcada por tremores de terra em pelo menos 3 cidades da Bahia

Na tarde desta segunda-feira (30), uma história incomum repercutiu. No último final de semana, um laboratório registrou atividade sísmica com tremores de terras em cidades baianas. Além disso, moradores também relataram que sentiram esses tremores em pelo menos 3 cidades baianas.

De acordo com Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), um tremor de terra foi registrado no último domingo. A região afetada foi a do município de Curaçá, na Bahia. Contudo, relatos populares dão conta de que as cidades de Jaguarari e Ponto Novo também sentiram os tremores. Ainda segundo o laboratório, a magnitude registrada foi de 2.5, o que é considerado fraco e pouco perceptível. Mas não é só isso.

Até o momento, não há relatos de feridos e nem de casas ou estruturas danificadas. Entretanto, os tremores foram sentidos por várias pessoas e já existe uma correlação com outra coisa que aconteceu na mesma tarde. Isso porque uma empresa mineradora estaria realizando atividades com explosivos num horário próximo ao que os tremores foram observados pelos civis.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.