“Tem que tentar uma transferência, amor. Senão vou morrer aqui”, pediu Luiz à esposa pouco antes de não resistir

Uma notícia triste vem sendo divulgada nas redes sociais neste sábado(6). Enquanto aguardava por uma transferência, o paciente Luiz Molina, de 57 anos, infectado pela covid-19, sentiu que algo precisava ser feito. Em um áudio enviado para sua família Luiz avisa que era preciso fazer algo para que ele não morresse ali na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Cianorte, região noroeste do Paraná. 

Luiz, que ficou na UPA por quatro dias, aguardava vaga em hospital que acabou surgindo, porém o quadro médico dele se agravou quando a ambulância o aguardava na porta para a transferência na segunda-feira (1°). 

“Era um paciente grave, nós não tínhamos ambulância do município, nós pagamos uma ambulância particular, mas infelizmente ele teve uma complicação”, afirmou Rebeca Galacci, secretária de saúde. 

Sonia Costa, esposa de Luiz, afirmou que ele havia procurado atendimento três vezes desde o fim do mês de fevereiro e precisou de oxigênio por ter sido comprometida a sua capacidade respiratória. 

“Foram seis dias de sofrimento. Ele precisava de uma UTI, precisava de oxigênio. Ele mesmo falava: ‘olha, passei um sufoco aqui hoje”, destacou Sonia. “O meu marido nunca teve problema nenhum de saúde. Ele fazia caminhada, cuidava da alimentação. Isso é muito sério, essa doença todos nós precisamos cuidar”, completou. 

Da redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Social.