Tenente da Rondesp perde a vida no bairro Cosme de Farias ao ser surpreendido: “20 ou 30 homens”

Uma notícia tem sido divulgada nas redes sociais nesta segunda-feira (13). Um agente da Polícia Militar perdeu a vida na noite desse domingo (12), no bairro Cosme de Farias, quando equipes da 58ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e da Rondesp realizavam uma ação na Rua Araçatuba, no Alto do Cruzeiro, por volta das 20h.

Os agentes da polícia foram pegos de surpresa por muitos homens armados. O tenente Mateus Grec de Carvalho Marinho, de 35 anos, foi atingido no tórax por um disparo de arma de fogo, mas não resistiu ao ferimento e acabou falecendo no Hospital Geral do Estado (HGE). No confronto, um suspeito também foi atingido e acabou vindo a óbito. A polícia apreendeu com este suspeito uma pistola calibre 45.

‘‘Nossas equipes foram atacadas por um grupo de cerca de 20 a 30 homens armados, com armas de fogo semiautomática e automáticas. Durante esse enfrentamento, o tenente Mateus Grec veio a ser atingido e veio a óbito. Foi atingido na abertura do colete a prova de balas, lateralmente”, contou o major Valdino Sacramento.

Uma base da polícia foi colocada na região do confronto e o policiamento foi reforçado.”Trouxemos um aporte ainda maior para região, o que já estava intensificado ficará mais ainda. Não existe prazo para terminar. vamos dar uma resposta mais incisiva à marginalidade”, contou.

O tenente Mateus servia a corporação há 8 anos e a PM lamentou a morte do agente. Mateus deixa esposa e o seu sepultamento será realizado no cemitério Bosque da Paz às 14h desta segunda-feira.

‘‘Apresentar o primeiro fuzil da Rondesp atlântico foi uma realização pessoal. É lama, é mato, chuva, é charco. Menos um fuzil na área, menos um perigo para nossos irmãos policiais”, escreveu. “É isso que estamos enfrentando todos os dias. No mais, agradeço muito ao meu pelotão. Tem sido uma experiência, incrível, irmãos”, escreveu Mateus em sua última postagem nas redes sociais, comemorando a apresentação de um fuzil.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Tiroteio dentro de restaurante termina com a morte de um Policial Civil e o seu amigo; causando pânico e correria no local

Uma notícia está sendo destaque nesta semana. Pois um tiroteio em um restaurante deixou duas pessoas mortas em Jaboticaba, no Norte do Rio Grande do Sul, na noite do domingo (16). Os disparos teriam partido de Marcos de Moraes Antunes, de 30 anos. Uma das vítimas é um comissário da Polícia Civil, Fabiano Ribeiro Menezes, de 51 anos. A outra vítima é José Antônio Rocha Monteiro, de 53 anos.

Segundo informações do jornal GZH, Marcos trocou poucas palavras com José Antônio antes de atirar na cabeça dele, que morreu na hora. Ainda não se sabe o motivo do disparo nem a relação entre os dois.

Antes de sair do restaurante, o atirador foi abordado pelo policial e os dois travaram corporal. O homem então atirou no comissário, que disparou de volta. Menezes faleceu a caminho do hospital, e o atirador está sob custódia após atendimento médico.

Imagens de câmeras de segurança, que captaram o momento dos disparos, estão sendo usadas como provas e para identificar testemunhas do crime. Até a manhã desta segunda-feira (17), seis pessoas foram sido ouvidas: o proprietário, um funcionário e quatro clientes.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) lamentou a morte do policial. “A SSP solidariza-se com os familiares, colegas da Polícia Civil e amigos neste momento de profunda tristeza pela perda irreparável de um herói, que levou ao extremo o cumprimento do seu juramento de proteger a sociedade, mesmo que com a própria vida”, diz a nota

Protocolo 2ºAinda segundo o jornal, Moraes tem passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo, ameaça, vias de fato, lesão corporal culposa em direção de veículo e abandono de material suspeito.

Com informações e textos do portal Forúm

 

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Tiroteio no Jacarezinho impede noiva que estava com casamento marcado de sair de casa; ‘até o momento não consigo sair’

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (6).Um tiroteio na comunidade do Jacarezinho, Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (6), impediu uma noiva de sair de casa para ir ao próprio casamento. A noiva que não teve a sua identidade revelada estava nos momentos finais da maquiagem quando o tiroteio começou.

“Eu estou desesperada. Acordamos debaixo de tiros. Eu estava me arrumando, me maquiando em casa. Meu casamento estava marcado para 9h e, até o momento, não consigo sair”, disse a noiva. A Cerimônia tinha sido marcada para acontecer na Zona Norte do Rio, no cartório do Méier. “Eu estou aguardando, esperando para ver o que vai acontecer. Eu estou de pés e mãos atados. Estou me sentindo acuada. Só me resta aguardar”, contou a mulher que está noiva há dois anos.

De acordo com a moradora, logo após o tiroteio as ruas ficaram vazias e o único barulho que se ouvia era som de helicóptero, tiros e bombas. No episódio uma outra mulher com uma cesária agendada não conseguiu sair de casa como normalmente fazia e teve que buscar um outo caminho.

A operação policial na comunidade do Jacarezinho foi marcada por intenso tiroteio. Na operação um Policial Civil morreu e quatro homens ficaram feridos. Dois passageiros do metrô foram atingidos e dos cinco atingidos pelos disparos três são policiais civis.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Reprodução/TV Globo

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Nacional.

Salvador: Tiroteio dispersa aglomeração de jovens no bairro de Cazajeiras; polícia foi acionada

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de segunda-feira (15). Jovens estavam reunidos em uma aglomeração no Campo da Pronaica, em Cajazeiras X, Salvador, e foram dispersados após um tiroteio na noite de sábado (13).

Diversos vídeos foram gravados por pessoas que estavam no local e câmeras de segurança da região. É possível ver em um destes vídeos centenas de pessoas correndo após os disparos. As gravações de uma câmera de segurança de um estabelecimento comercial gravaram o momento exato dos disparos. Este estabelecimento teve que fechar após o começo dos tiros. “Aqui, lanchonete fechada após o resultado dessa festa aqui, em Cajazeiras. Terror e pânico agora”, afirmou um dos atendentes.

A polícia Militar foi acionada e chegou ao local instantes depois. No entanto, os autores dos disparos fugiram ao ver as viaturas.

Ao observarem a presença das viaturas PM, os indivíduos empreenderam fuga. Várias pessoas foram abordadas, contudo não ficou constatado que faziam parte da contenda”, disse a PM em nota.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.