‘Cresceu na igreja’, diz pastor sobre estudante de medicina que matou os pais e deixou recados na casa

Uma triste notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (5). O caso ainda sem explicação aconteceu quando Guilherme Heringer Cesar, de 22 anos, tirou a própria vida após ter matado os pais, segundo a polícia.

De acordo com o líder religioso da Igreja Missão Praia da Costa, Simonton Araújo, o jovem acusado de assassinar os próprios pais em Praia Grande, Vila Velha, cresceu na igreja junto com a irmã. O crime aconteceu na madrugada dessa quarta-feira (4), e as vítimas são o pastor e médico urologista Paulo de Oliveira Cesar e sua esposa Raquel Heringer Cesar, que foram assassinados pelo próprio filho no apartamento em que residiam. O filho Guilherme tirou a própria vida na sequência.

Simonton disse que conhecia o pastor Paulo de Oliveira há cerca de 40 anos e que os dois eram muito amigos.”Na semana passada, nós conversamos durante duas horas e não havia nada de incomum. Estava tudo bem. Se tivesse algo, ele teria me contado”, contou.

O religioso ainda disse que contatou a filha do casal, Renata Heringer, que mora no Canadá, nessa quarta-feira (4), para se solidarizar.”Falei com a filha, e ela, assim como todos nós, ficou sem chão com a notícia. Ela vai tentar chegar aqui no Brasil a tempo para o velório”, disse.

Simonton quando questionado sobre um possível envolvimento de Guilherme com uma seita, o religioso afirmou que em nenhum momento o pai do jovem falou sobre isto.”Ele (pastor Paulo) nunca comentou sobre o filho participar de uma seita. Se ele soubesse, teria me falado. Tenho plena certeza de que ele não sabia de nada, pois conversávamos sobre tudo”, contou.

O crime chocou os fiéis que frequentavam a igreja evangélica Missão Praia da Costa e o pastor Simonton ressaltou que não havia sinais de que algo estaria errado a ponto de uma tragédia dessas proporções ocorrer. “Existem coisas que não podem ser explicadas. Foi uma fatalidade que eu, ainda há pouco, estava pensando: a nossa tendência é procurar uma explicação, mas chega uma hora que não há. Não houve nada na nossa caminhada que levasse a isso”
“Festejai o céu. O diabo desceu até vós, pouco tempo lhe resta”, escreveu o acusado de assassinato Guilherme Heringer Cesar, em alusão a um trecho do livro do Apocalipse.

O casal estaria dormindo em quartos separados. Primeiro Guilherme assassinou a mãe com uma facada no pescoço. O pai teria escutado e correu para o banheiro, mas foi alcançado por Guilherme. Após luta corporal com o filho, o médico também morreu esfaqueado. Guilherme teria ligado para um familiar e contado que teria feito uma besteira. De acordo com a polícia, por volta de 4h Guilherme tirou a própria vida. Os corpos dos três foram encaminhados ao Departamento Médico Legal de Vitória.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.