Sobe para 304 o número de mortos no terremoto no Haiti, que registrou magnitude de 7,2

Uma notícia está sendo destaque neste sábado (14). O Haiti registrou hoje um terremoto de magnitude 7,2, deixando estragos enormes no país. O tremor deixou ao menos 304 pessoas sem vidas e cerca de 1.800 feridas. O fenômeno foi tão forte que países como a República Dominicana, Cuba e Jamaica também sentiram os abalos.

O primeiro-ministro do Haiti decretou estado de calamidade por 30 dias. “Meus sentimentos aos parentes das vítimas deste sismo que gerou tantas perdas de vidas humanas e materiais em vários departamentos do país”, escreveu.

O embaixador do Brasil em Porto Príncipe, o Marcelo Baumbach, informou ao portal Folha de São Paulo que não há brasileiros entre as vítimas do desastre. “O terremoto atingiu principalmente a região de Jérémie, onde as construções são mais precárias. Foi sentido também em Porto Príncipe, mas menos.”, disse. “A internet está funcionando na capital e tem sido o principal meio de comunicação para informar sobre o ocorrido”, completou Marcelo.

Já ao portal Metrópoles, o brasileiro Werner Elias Pereira, que vive em Porto Príncipe, contou como foi os momentos de tensão. “A gente não consegue fazer quase nenhuma ligação. Há muita demanda, segundo as companhias telefônicas”, disse. “Tenho amigos que ainda não tenho notícias. O país é pequeno, então todo mundo conhece todo mundo”, completou.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Terremoto de magnitude de 6,4 pontos na escala Richter é registrado na Argentina, na cidade de San Juan

Uma triste notícia circulou nas redes na manhã desta terça-feira (19). Um terremoto de grande estatura atingiu a província de San Juan, na Argentina. O fato ocorreu na noite de ontem, segunda-feira (18).

De acordo com o Instituto Nacional de Previsão Sísmica (Inpres) do país, o terremoto alcançou 6,4 na escala Richter e teve seu epicentro a 57 quilômetros a sudoeste da capital local.

Em seu perfil no twitter, o governador de San Juan, Sergio Uñac, pediu calma à população e afirmou que não havia informações imediatas sobre as vítimas fatais do desastre.

” Vamos colocar em prática todas as medidas que aprendemos para prevenir incidentes, enquanto nos comprometemos em conhecer o impacto disso para colaborar em tudo que for necessário. Neste momento quero transmitir calma às famílias, após o terremoto que vivemos em #SanJuan”, afirmou.

O terremoto, que foi registrado às 23h46, também foi sentido em diversas outras cidades do país como Mendoza, Córdoba, Santa Fé, La Rioja, e na província de Buenos Aires. O terremoto também foi sentido na cidade de Santiago, capital chilena.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.