Vítima do desabamento de prateleiras em mercado tirou sua última foto minutos antes do acidente

A tragédia ocorrida em um supermercado de São Luís, capital do Maranhão, culminou com a morte de Elane de Oliveira Rodrigues, de 20 anos. A funcionária do local estava próxima ao término do expediente de trabalho.

O caso foi registrado no Supermercado Mix Mateus Atacarejo, e consistiu no desabamento de gôndolas carregas de mercadoria.

A partir das câmeras de segurança do local é possível identificar que o acidente foi provocado por uma empilhadeira. Ao derrubar uma das prateleiras, acabou provocando um efeito dominó, levando outras três ao chão.

Quem estava nas proximidades acabou ficando soterrado, resultando em outras oito pessoas feridas, além da morte de Elane.

O óbito foi confirmado na madrugada deste sábado (3). A jovem chegou a ser socorrida, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Em entrevista ao portal Metrópoles, os familiares da vítima recordam o entusiasmo que Elane apresentava, em virtude da consolidação da vaga no emprego. “Ela estava tão feliz com a vaga de emprego, pois tinha pouco tempo que ela tinha na empresa”, conta Ruan Alysson, primo da vítima.

A jovem trabalhava como repositora de mercadorias no supermercado havia três meses. Ainda segundo o primo da vítima, a foto na qual aparece vestindo o uniforme da empresa foi tirada no dia da tragédia.

Elane morava com o pai em São Luís. Sua mãe e mais dois irmãos, com 17 e 25 anos, moram em Viseu, cidade do interior do Maranhão onde ela nasceu.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Nacional.

Uma pessoa morreu com o desabamento de prateleiras em supermercado; Bombeiros procuram vítimas

A queda de cinco torres de prateleiras gigantes em um supermecado em São Luiz, no Maranhão, matou uma funcionária e deixou pelo menos outras oito pessoas feridas na noite desta sexta-feira (2).

O acidente aconteceu por volta das 20h e foi registrada pelo circuito interno de segurança do local.

Os nomes da vítima fatal e dos feridos não foram divulgados. Em vídeos que circulam pela internet é possível ver o exato momento em que as inúmeras estruturas metálicas começam a cair em uma espécie de efeito dominó.

No momento do acidente, havia uma movimentação intensa de clientes. Ainda não há informações sobre o que provocou o desabamento, mas há a suspeita de que um acidente com uma empilhadeira poderia ter provocado a queda de uma das gôndolas, causando um efeito dominó, derrubando quase metade da linha de frente do supermercado.

Outra hipótese, segundo os relatos de quem estava no local, é de que uma prateleira estaria balançando com o suposto excesso de peso e que um operador de empilhadeira teria tentado tirar um bloco de palete, sem tempo de evitar a tragédia.

O governo do Estado afirmou que o trabalho de buscas as vitmas realizado pelo Corpo de Bombeiros continuam na manhã deste sábado (3) e só fará a divulgação dos dados depois que todas as famílias forem informadas sobre a situação das vítimas. Ao final do resgate haverá um pronunciamento oficial, previsto para ocorrer ainda hoje.

Segundo o Corpo de Bombeiros logo após o acidente houve um princípio de curto-circuito. Por causa da escuridão e da quantidade de escombros, as equipes de resgate adotaram a tática de ouvir se telefones móveis estão tocando para chegar a possíveis vítimas que ainda não foram todas resgatadas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís, quatro hospitais públicos municipais acionaram planos de emergência, inclusive chamando médicos e enfermeiros de folga, para receber as vítimas do acidente.

O supermercado envolvido no acidente, o Mix Atacarejo, faz parte do grupo Mateus, que diz ser “a maior rede de supermercados do Brasil com capital 100% nacional.” O grupo emitiu uma nota lamentando o ocorrido. “O Grupo Mateus reforça que, neste momento, o que importa é o resgate dos envolvidos no acidente, o apoio às vítimas e seus familiares. Para nós, a prioridade são as pessoas”, informou por meio de nota.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Nacional.