Jovem cadeirante e com paralisia cerebral se forma na universidade e manda recado para quem desacreditou: “ão acredite em quem não acredita em você”

Uma história tocou o coração da população nesta segunda-feira (11). Isso porque uma jovem deu um grande exemplo de superação. Mas afinal, o que aconteceu?

Aos 24 anos, Andresa Jerônimo, que nasceu com paralisia cerebral e é cadeirante, conseguiu se formar na universidade. Depois de ouvir muitos nãos de profissionais da educação, que relataram que Andresa seria incapaz de aprender, a jovem agora tem ensino superior, provando que todos eles estavam errados. Ela cursou Letras e mora na cidade de Orlândia, no interior de São Paulo. De acordo com o portal Globo, lidou com todos esses desafios tendo como porto seguro a mãe dela, a dona Maria Veríssima, que insistiu para que ela estudasse e nunca aceitou o que os professores disseram. Além disso, a própria dona Maria ensinou Andresa a ler, usando o material escolar do filho mais velho dela. Dona Maria Desabafou:

“Com 6 anos, uma psicóloga me disse que ela não aprenderia nada. Eu discordei, mas ela insistiu nisso, então eu mesma ensinei. Ela aprendeu super rápido, começou a ler gibi e se apaixonou pelas letras.” Mas não é só isso.

Além disso, ainda segundo o portal, Andresa desabafou e mandou um recado para o povo:

É muito gratificante chegar longe, ainda mais quando um monte de gente não acredita em você[…]Por isso, digo a crianças com deficiência: não acredite em quem não acredita em você. No final, a recompensa é grande.”

Sem dúvidas, tamanha superação demonstra o potencial de cada ser humano, independente de suas limitações.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Depois de perder a mãe e trabalhar como gari, Baiano se elege prefeito em sua cidade

Entre as muitas histórias de superação, uma delas chamou a atenção nesta quarta-feira (25). Já imaginou se você trabalhasse como gari para a prefeitura e, tempos depois, conseguisse se eleger prefeito nessa mesma cidade? Pois foi justamente isso que aconteceu com esse baiano.

A vida do prefeito eleito de Tapiramutá, na Bahia, nunca foi fácil. Contudo, mesmo assim Roberto Venâncio dos Santos conseguiu deixar o cargo de gari e se tornar prefeito da sua amada cidade. De acordo com o Blog do Adenilton Pereira, Roberto foi literalmente achado no lixo quando ainda era um bebê. Então, uma senhora o resgatou, cuidou dele e também lhe deu seu sobrenome. Contudo, ela tinha diabetes e faleceu quando Roberto tinha apenas dois anos. Depois disso, ele ficou sob os cuidados da irmã dessa senhora, que foi a uma segunda mãe para Roberto. Aos 18 anos, o jovem enfrentou a dor da perda novamente.

A segunda mãe dele faleceu e agora não havia mais ninguém com quem contar. Então, diante disso Roberto se virou com o que tinha, trabalhou na roça, se sustentou com frutas e chegou até a dormir no chão. Já mais velho, surgiu a oportunidade de trabalhar como gari na cidade e ele aceitou. Contudo, não era aquilo ainda o que Roberto projetava para sua vida. Buscando uma vida melhor, ele foi para o centro oeste e para o sudeste do país. Lá, Roberto trabalhou como cortador de cana e também atuou numa lavoura de café.

A virada

Depois disso, ele retornou para Tapiramutá, onde conseguiu emprego no Sindicato dos Trabalhadores Rurais, se elegendo Presidente tempos depois por conta da sua grande experiência, competência e resiliência. Daí pra frente, sua vida começou a mudar. Roberto conseguiu o seu diploma de nível superior, ele se formou em História. No ano de 2012, conseguiu se eleger a vereador de Tapiramutá. Em 2016 se aventurou a prefeito, mas não conseguiu vencer. Contudo, em 2020 toda essa trajetória foi reconhecida pelo povo e ele conseguiu vencer com 4533 votos, somando 54,52% de adesão popular. Além disso, atualmente ele está a caminho do seu segundo diploma, pois já chegou na metade do curso de Direito. Casado e pai de dois filhos, Roberto é um exemplo da força intrínseca ao povo nordestino, que sempre consegue resistir às intemperanças da vida com o otimismo de ver o sertão florescer.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.