‘Fiquei arrasada’, diz mãe de Lázaro Barbosa ao confirmar que chacareiro conhecia o seu filho

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (26). A mãe do serial killer Lázaro Barbosa, 32 anos, disse em entrevista que o filho conhecia o proprietário da chácara preso pela polícia acusado de possibilitar e acobertar à fuga do suspeito. A polícia prendeu nessa quinta-feira (24), Elmi Caetano Evangelista, 74 anos, e o caseiro Alain Reis de Santana, 33 anos, acusados de acobertar o criminoso.

Fiquei arrasada com a prisão do seu Elmi. Ele fez isso [deu cobertura a Lázaro] porque é ser humano. Seu Elmi não tem o coração do Satanás; o coração dele é do Senhor”, contou Eva, que se mudou para a cidade de Barra do Mendes, na Bahia, depois do caso ter tanta repercussão na imprensa. A mãe de Lázaro faz um apelo para que ele se entregue e afirma que isso só não aconteceu ainda porque o filho tem receio de ser morto.

Nas cartas que ele deixou, ele fala que não se entrega porque a polícia só quer matar. Como mãe, falo pra ele se entregar e não fazer mais nada com ninguém. Pense em seus filhos, eles precisam de você e te amam.”

A mãe de Lázaro também acredita que o filho não conseguiria cometer a chacina no Incra 9, em Ceilândia, sozinho.“A polícia tem que parar de pensar assim, porque ele [Lázaro] diz que não fez a chacina sozinho, ficam atrás dele e os outros ficam aprontando”, contou, sem entretanto dizer quem são os demais envolvidos na chacina.

O caseiro Alain disse em seu depoimento à polícia que Lázaro estava na propriedade e fazia as refeições diariamente com a permissão de Elmi. Disse ainda que a mãe do fugitivo havia trabalhado como caseira para Elmi, na ocasião em que Lázaro estava na cadeia. Alain informou que Elmi ajudava financeiramente a família de Lazaro..

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Mulher e sogra de Lázaro Barbosa procuram advogado e tentam negociar possível rendição do fugitivo

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (25). A força-tarefa encarregada das buscas ao fugitivo Lázaro Barbosa entra no 16º dia de trabalho em Goiás. Os agentes ampliaram o cerco e contam com a ajuda de drones capazes de enxergar no escuro e rádios de longo alcance capazes de possibilitar comunicação em meio ao serrado da região.

De acordo com informações, a mulher e a sogra do serial killer Lázaro Barbosa teriam procurado advogados e contactado a Secretaria de Segurança Pública com o intuito de ter uma negociação para que o fugitivo pudesse se render e evitar um possível confronto com risco a integridade física dele.

Segundo informações, Lázaro Barbosa tentou invadir uma chácara mas foi impedido a tiros pelo dono do imóvel e este fato teria motivado a família do fugitivo a procurar as autoridades com receio de que o pior viesse a acontecer. Mas não é só isso…

Além das buscas na mata, os policiais fazem barreiras nas estradas e montam bloqueios com o objetivo de localizar o homem que tem aterrorizado os moradores da região. O criminoso sabe como sobreviver na mata e tem invadido vários imóveis e feito reféns na localidade. De acordo com informações, Lázaro usou um celular para se comunicar com a família.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Em uma das casas invadidas, Lázaro obrigou refém a cozinhar enquanto ele assistia TV

Uma notícia curiosa tem sido divulgada nas redes sociais nesta terça-feira (22). O foragido da justiça Lázaro Barboa tem sido procurado por forças policiais do Distrito Federal e de Goiás ao longo de 13 dias deixando por onde passa um rastro de crimes e amedrontando a população daquela região. Durante a sua fuga o criminoso tem invadido diversas residências a procura de alimentos e feito várias pessoas como reféns.

Em uma dessas invasões um fato curioso chamou a atenção pela forma como aconteceu. O fugitivo obrigou a refém a cozinhar enquanto ele assistia a programação na TV. No cardápio estava sendo servido carne, arroz, cenoura e milho e o criminoso chegou a comentar com a refém que estavam falando sobre ele na reportagem e disse ainda que não realizou a chacina sozinho, entretanto no local do crime só foram encontradas impressões digitais dele. Mas não é só isso…

Já completam duas semanas de buscas ao fugitivo da justiça Lázaro Barbosa e é organizada uma força-tarefa com o intuito de capturá-lo. O serial killer é acusado de cometer uma chacina em Ceilândia DF, entre outros crimes realizados no passado.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Lázaro Barbosa tem pedido de proteção à integridade física após a prisão solicitado pela Defensoria Pública do DF

Uma notícia tem circulado nas redes sociais nesta terça-feira (22) e causado certa polêmica. O motivo para tantos questionamentos dos internautas tem sido o fato da Defensoria Pública do Distrito Federal ter enviado uma nota à Vara de Execuções Penais solicitando proteção à integridade física do fugitivo Lázaro Barbosa, procurado pelas forças policiais do DF e de Goiás há 13 dias, após cometer uma série de crimes na região.

O objetivo da Defensoria Pública é preservar o acusado contra “qualquer forma de sensacionalismo e exposição vexatória em razão da grande repercussão e comoção social vivenciada no caso”. A caçada ao fugitivo mobiliza uma força-tarefa composta por cerca de 270 agentes.

O documento emitido pelo órgão foi enviado nessa sexta-feira (18) e destaca que veículos de imprensa nacionais transmitiam falas de agentes de segurança pública afirmando que as buscas pelo foragido da justiça estão prestes a acabar em razão do cerco está se fechando. Em um trecho do documento o órgão solicita que o acusado seja colocado em uma cela sem companheiros “em caso de sua recaptura com vida”, lembrando ainda que o preso é legalmente protegido de qualquer tipo de agressões físicas enquanto estiver na custódia do estado.

“Destaca-se que a tortura, bem como a violência física ou psicológica direcionada a qualquer ser humano são consideradas práticas ilícitas vedadas pelo ordenamento jurídico pátrio e pelos tratados internacionais que o Brasil se comprometeu. São valores absolutos que devem ser garantidos a todos, independentemente da conduta criminosa praticada e do clamor da sociedade por justiça”, afirma a nota emitida pelos defensores públicos do Distrito Federal.

Por último a Defensoria Pública destaca a vulnerabilidade dos presos e pede que Lázaro Barbosa não seja exposto a pedidos de declarações feitos pela imprensa.”A defesa requer que seja conferida a proteção do assistido em face de ataques midiáticos e dos pedidos de ‘entrevistas exclusivas’ ou outro tipo de promoção que o exponha ainda mais quando houver a recaptura, pois estamos vivenciando um sensacionalismo exacerbado durante a recaptura de LÁZARO, com inúmeras comparações com filmes de ação, bem como pela proliferação de “memes” nas redes sociais criados pelos usuários sobre o caso”, conclui a nota.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.