Senador pego com dinheiro na cueca volta ao mandato após licença e afirma: “Estou com a consciência tranquila”

Uma história tomou as manchetes nesta sexta-feira (19). Isso porque um senador detido numa situação bastante inusitada retornou ao mandato.

Em pronunciamento nesta quinta-feira (18/2),o Senador Chico Pinheiro (DEM-RR), afirmou estar com a consciência tranquila com relação às acusações contra ele e espera o fim das investigações. Todavia, pesa sobre ele o fato de ter escondido dinheiro entre as nádegas segundo informou operação da Polícia Federal realizada no ano passado. O senador disse estar tranquilo e afirmou:

“Com a consciência tranquila, após o meu afastamento, cabe a mim agora aguardar, com serenidade, que as investigações sejam concluídas e que a Justiça se manifeste ao final de todo esse processo, e, examinando com a isenção o distanciamento que lhe são característicos, manifeste-se e ponha um ponto final nesse triste episódio”, desabafou no Instagram. 

Em desfavor do parlamentar, existe uma operação em andamento contra desvios de aproximadamente R$ 20 milhões que foram transferidos por meio de emendas parlamentares à Secretaria de Saúde de Roraima em função do covid-19.  Então, ele relatou:

“Os fatos objetivos são um só, conforme documentos apresentados: nenhum centavo das emendas foi utilizado, e os valores na minha Declaração de Imposto de Renda descartam as acusações feitas a mim à época”, continuou o Senador. 

Houve uma pressão de colegas parlamentares para que o Senador não reassumisse, entretanto ele já consta como em exercício pelo portal do Senado. Mas não é só isso. 

A licença do Senador termina nesta quinta-feira (18) e implicou, no ano passado, a revogação do pedido de afastamento do parlamentar por 90 dias em determinação judicial expedida pelo ministro Barroso. O próprio magistrado não prorrogou o afastamento do Senador implicando o seu retorno ao mandato sem, contudo, permitir sua participação na comissão que trata de destinação de verba para o combate ao covid-19. 

Da Redação do Acontece na Bahia   

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Após ser criticado, Romário desabafa nas redes sociais e publica texto emocionante: “Esse é o meu combustível”

Um texto publicado pelo ex-jogador Romário chamou a atenção dos internautas nesta manhã de quarta-feira (3). Após ser criticado por colegas senadores e usuários das redes sociais, Romário desabafou em texto publicado em seu perfil no Facebook.

O ex-jogador afirmou ter refletido sobre as críticas sofridas após ter sido elegido como 2º vice-presidente do Senado. O craque aposentado respondeu aos comentários afirmando que “Nasceu para vencer” e que não gosta de ser “menosprezado”.

Romário afirmou em texto: “Ontem passou um filme na minha cabeça, especialmente depois de algumas pessoas aqui na rede terem menosprezado a importância da minha eleição a 2º vice-presidente do Senado.

Passou um filme porque não foram poucas vezes na vida que desdenharam da minha capacidade. Gostam de desdenhar, sobretudo, depois que eu já conquistei. Para alguns, eu nunca fiz mil gols, para outros minhas conquistas no futebol não são relevantes porque eu não quis continuar tantos anos em um time ou outro. Quando fui eleito deputado, diziam que eu era só mais uma “celebridadezinha” que entrou na política. E assim por diante…

Imagino o que essa galera diria se tivesse me visto quando nasci e tive como berço uma caixa de sapato, ou se tivesse me visto descarregando melancia na Ceasa. Talvez essas pessoas não acreditariam que eu seria um dos melhores do mundo no esporte que escolhi e que traria o título de uma Copa do Mundo para o Brasil.

Eu sempre fui patriota e honrei o meu país, mesmo o Brasil não sendo tão bom com meninos e meninas como eu, que nascemos negros, na favela. Contra todas as estatísticas, eu venci e sempre fiz isso devolvendo alegria para as pessoas. Ganhei tudo que é possível no futebol, entrei na política para lutar pelas pessoas com deficiência e doenças raras, depois do nascimento da minha filha com síndrome de Down.

Me tornei deputado, senador com 4,6 milhões de votos, presidi duas importantes Comissões no Senado, a de Educação e a de Assuntos Sociais, presidi a CPI do Futebol, onde mostrei ao Brasil provas contra a quadrilha que tomou conta do esporte, tenho um trabalho honrado e respeitado pelos meus colegas e recebo diariamente agradecimento de todos aqueles cidadãos que se sentem representados pelo meu mandato.

Então, a todos aqueles que não acreditam em mim, só tenho a lembrar que eu não cheguei onde cheguei pela torcida dos contra. E mais uma vez, continuarei meu trabalho, sempre pensando em devolver alegria ao meu povo. Esse é o meu combustível.”

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.