Policial da reserva chama mulher e filho dela de “negrada” e diz que tem “ódio de gente morena”; agora ele será investigado

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (19). Foi aberto um inquérito pela Polícia Civil nessa sexta-feira (17) para investigar a conduta do policial militar da reserva, Hélio Martins, de 57 anos, que mora em São Ludgero, no Sul Catarinense, acusado de xingar a mulher e o filho dela por serem negros, fato que foi registrado em imagens de vídeo. O policial admite ser racista e faz ameaças de agredir a mulher que está filmando a cena.

O delegado responsável pelo caso, Éder Matte, disse que o policial será investigado por crime de racismo. A PM emitiu uma nota em que “repudia toda e qualquer tipo de violência contra a mulher ou vulnerável, bem como qualquer tipo de racismo” e informou que o caso será encaminhado à Corregedoria-Geral para investigação. Segundo a corporação, o policial envolvido é um sargento da PM de Santa Catarina que está na reserva desde 2016.

No vídeo gravado o policial é visto discutindo com uma mulher que grava toda a cena. O policial diz “teu filho é um maldito de um negro desgraçado, que é pirracento”. A mulher questiona “por que você tem tanto ódio de gente morena?”. Ele diz “Porque eu tenho ódio, porque eu sou racista, porque eu não suporto negro! Eu tenho amigo negro, mas é amigo decente, não essa negrada do c… que é marrenta que nem tu”.

Na sequência, a mulher fala “Você não bata em mim”. O homem, então, tira o chinelo do pé e se aproxima dela. “Quer ver? Fala de novo! Fala de novo, sua macada do c…!”. Após a sua fala ele se afasta, joga o chinelo no chão e diz “demônio, desgraçada”.

Éder disse que a investigação busca identificar quando o fato ocorreu e onde.”Tudo indica que os fatos foram em São Ludgero. Essa mulher que grava o vídeo, a princípio se apurou que ela é ex-mulher dele. Tudo indica que os fatos se deram na residência do casal, em São Ludgero”, disse. A pena prevista para o crime de racismo é de um a três anos de prisão e multa, de acordo com a lei 7.716/1989.

Segundo o delegado responsável pelo caso, a atitude do policial em partir para cima da mulher com um chinelo na mão, lembrou que  “o crime de ameaça é condicionado a representação. A mulher ainda não nos procurou. A gente está fazendo contato com ela, até para a ouvir no inquérito. Se ela representar, tiver interesse que ele seja processado por esse crime de ameaça, ele vai ser apurado no inquérito também”.

O policial da reserva foi absolvido m 2011 pelo crime de ameaça em ambiente familiar quando foi denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Bebê sobrevivente do ataque a creche em SC recebe alta hospitalar hoje, dia das mães

Uma boa notícia está sendo destaque neste domingo (09). O bebê ferido no ataque a uma creche em Santa Catarina, recebeu alta hoje, no dia das mães. O menininho, de 1 anos e 8 meses, que foi o único sobrevivente ao ataque, estava internado há cinco dias e no hospital precisou passar por cirurgias no pescoço, tórax, abdômen e pernas.

Nas redes sociais, a mãe dele comemorou o grande presente que recebeu nesse dia das mães. “Dia das mães. Dia mais feliz da minha vida. [Meu filho] nasceu pela segunda vez foi um milagre Deus o protegeu me devolveu com vida hoje tenho em meus braços o presente que dinheiro nenhum pode pagar. A palavra é gratidão hoje e sempre é agradecer, agradecer e agradecer a Deus e a todos que não mediram esforços para salva-lo”, escreveu.

O garotinho também recebeu homenagens dos profissionais do hospital, que cantaram em forma de coral. Além disso, recebeu um certificado de coragem do hospital: “Você é um super herói”.

Além das cirurgias, ele teve ferimentos na bochecha, lábios, barriga e uma perfuração em um dos pulmões, todos provocados por golpes de fação.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Bolsonaro quebra silêncio e afirma que responsável por atentado em creche em Santa Catarina merece prisão perpétua: “Um ser humano cruel”

Uma notícia chamou a atenção dos internautas e dividiu opiniões nas redes sociais. O atual presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), quebrou o silêncio e comentou sobre o ataque à creche Pró-Infância Aquarela, em Saudades, Santa Catarina, que deixou 5 pessoas mortas. Na ocasião, Bolsonaro afirmou que o responsável pelo atentado merece prisão perpétua.

“Que a fé, na certeza do amor de Cristo e da justiça divina, seja o combustível para suportar a dor da perda, e que os céus acolham esses anjinhos, bem como as professoras Keli e Mirla, que deram suas vidas para proteger todas as crianças e agora descansam ao lado de Deus.”

“Embora lamentavelmente nossa Constituição não permita penas suficientemente severas para esse tipo de crueldade, como prisão perpétua, em respeito aos familiares pedimos que a justiça seja feita e o autor desse ato covarde seja punido de forma exemplar.” , afirmou o presidente no twitter.

Ele classificou o assassino, Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, como um “Ser humano cruel”

“Difícil entender como um ser humano pode ser tão cruel a ponto de invadir uma creche e covardemente tirar a vida de inocentes crianças e suas professoras. Nesse momento, só Deus pode dar forças e confortar os corações daqueles que viveram esse terror na manhã de ontem.”

O suspeito está internado em estado gravíssimo após tentar cometer suicídio após o atentado.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Vítimas do atentado a creche em Saudades são veladas em cerimônia que reúne familiares e amigos

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (5).As vítimas do atentado à escola infantil Pró-infância Aquarela, em Saudades, SC, foram veladas em cerimônia que se iniciou por volta das 23h dessa terça-feira (4), no Parque de exposições Theobaldo Hermes, local onde funciona o ginásio da cidade.

Os corpos das cinco vítimas do atentado que chocou a população chegaram ao local por volta de 3h e às 4h da madrugada desta quarta-feira (5), familiares e amigos fizeram uma singela celebração. Uma missa de corpo presente começou no local às 9h. Mas não é só isso…

De acordo com informações divulgadas pela prefeitura, o sepultamento das vítimas ocorrerá logo após a cerimônia. Os corpos serão encaminhados do ginásio até o Cemitério Municipal de Saudades.

Em nota a governadora do estado, Daniela Reinehr, decretou luto oficial de três dias.”Manifesto profunda tristeza e presto minha solidariedade. Determinei que o Governo dê todo o amparo necessário às famílias”, disse a governadora nas redes sociais.

De acordo com o prefeito da cidade, Maciel Schneider, todas as aulas foram canceladas nesta semana.“É um momento muito triste na nossa pequena cidade. Colocamos todas nossas equipes para dar esse apoio, decretamos luto oficial, cancelamos todas as aulas essa semana. Colocamos nossas equipes de saúde [à disposição], psicólogos estão acompanhando as famílias”,contou.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Mateus Castro/ NSC TV

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.