Pai é acusado de vender próprio filho com apenas 30 dias de vida a empresário por R$ 4 mil no litoral paulista; a suspeita é um esquema de tráfico de bebês

Uma assustadora notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de sábado (3). Com apenas 30 dias de vida, uma criança, do sexo masculino, foi vendida pelo próprio pai por R$ 4 mil em Praia Grande, no litoral paulista, segundo a acusação da mãe da criança.

O garoto foi encontrado na Zona Leste de São Paulo na última quinta-feira (1). De acordo com a Polícia Civil, a suspeita é de uma rede de tráfico de crianças na internet.

De acordo com o testemunho da mãe da criança à polícia, o pai do menino invadiu a casa da mulher e a agrediu com socos no rosto e em outras partes do corpo, fugindo em seguida. A denúncia foi feita no dia 19 de março.

“Com base nessas informações, instauramos um inquérito, e começamos a investigar o caso. Conseguimos chegar até as pessoas que haviam comprado o bebê”, afirmou o delegado Alex Mendonça, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade.

Assim, após as investigações, os policiais chegaram à um empresário de 33 anos suspeito de comprar o bebê. Em sua defesa, o empresário afirmou que adotou a criança e que ajudou a mãe biológica financeiramente para poder ficar com o bebê quando nascesse. Ele afirmou também que sonhava ter um filho juntamente com seu companheiro.

De acordo com o delegado da investigação, “Eles fizeram uma adoção ‘à brasileira’, como é dito.

O empresário suspeito de comprar a criança foi preso e encaminhado para Delegacia Sede de Praia Grande, junto com o companheiro. O pai do menino, Ronaldo Alves de Souza, de 47 anos, teve a prisão decretada, porém, está foragido. Além disso, a mãe da criança também é investigada por suposta participação da venda do bebê.

Ademais, os policias suspeitam de um possível esquema de tráfico de bebês e crianças, que utilizava as redes sociais como meio de compra e venda. A polícia ainda investiga essa hipótese.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Jovem de 18 anos morre após desmaiar durante relação sexual, afirma marido; a estudante era mãe de uma criança de 2 meses

Uma triste notícia circulou na rede nesta manhã de sexta-feira (19) e chamou a atenção dos internautas. Uma jovem de 18 anos faleceu em São Vicente, no litoral de São Paulo, dentro de sua própria casa. De acordo com as informações do Boletim de Ocorrência a estudante teria desmaiado durante uma relação sexual com seu marido, de 19 anos. O rapaz buscou ajuda e chamou resgate, porém, a moça não resistiu e faleceu ainda na residência.

O caso ocorreu na madrugada de ontem (18) no bairro Jóquei Clube. De acordo com os policiais que foram acionados, e chegaram ao local, o pai da vítima estava no local e afirmou aos agentes que seu genro ligou pedindo após a jovem ter desmaiado no banheiro.

Segundo o pai da estudante, ao chegar no local, ele encontrou o genro abraçado à sua filha. Assim, ele acionou Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando o socorro chegou, a jovem já estava sem vida.

Após a chegada do SAMU, a equipe de médicos da unidade relatou no atestado de óbito que a jovem não apresentava marcas de agressão. O marido da jovem relatou aos policiais que a esposa faleceu durante a segunda relação sexual. Segundo ele, ela deu um suspiro e desmaiou.

A mulher tinha acabado de dar luz à uma criança, que atualmente tem dois meses. Segundo o pai da jovem a estudante não fumava, não bebia e não usava drogas.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo da jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) onde descobrirão a causa real da morte. O caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia Sede de São Vicente e encaminhado ao 2º DP do município, onde será investigado.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Isolado em casa, Jô Soares se diz aliviado após receber a vacina e faz apelo à população: “Alívio. Um grande alívio. Vacinem pelo amor de Deus”

Uma boa notícia circulou nas redes nesta manhã de terça-feira (2). O famoso apresentador Jô Soares recebeu a dose da vacina no último sábado (27) e afirmou estar aliviado após o ato. Em imagens, o apresentador de 83 anos, que se aposentou da televisão há quatro, ostentou sua carteirinha de vacinação para a repórter da CBN Natacha Mazzaro.

A repórter comentou: “Mais um vacinado aqui no drive-thru do Pacaembu: Jô Soares”

Assim, Jô comentou o alivio que era se vacinar e fez um apelo: “Um grande alívio. Vacinem pelo amor de Deus”.

O ex-apresentador foi um dos muitos vacinados no drive-thru que ocorreu no estádio do Pacembu, na Zona Oeste de São Paulo. Infelizmente, devido à grande quantidade das pessoas vacinadas, uma grande fila se formou em frente ao estádio para que as pessoas fossem vacinadas.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Com recorde de ocupação nas UTIS, Governador João Doria decreta novo lockdown para o estado de São Paulo: “Temos que adotar essa medida para proteger vidas”

Uma notícia chamou a atenção do povo nesta quarta-feira (24). Isso porque o Governador do Estado de São Paulo, anunciou um novo decreto que já começa na próxima sexta-feira (26).

O governador João Doria (PSDB) anunciou que o estado terá um “toque de restrição de circulação”, uma espécie de Lockdown noturno. Então, diante da crítica situação nos leitos de UTI, com ocupação recorde, Doria desabafou:

“Com recorde de internações por covid, o governo do Estado de São Paulo decreta, a partir desta sexta, um toque de restrição de circulação na faixa horária entre 23h e 5h da manhã, válido em todo o estado de São Paulo, de 26 de fevereiro até o dia 14 de março.[…] Temos que adotar essa medida para proteger vidas, proteger vidas de brasileiros em São Paulo.” Mas não termina aí.

Além disso, Doria explicou que não sente satisfação em anunciar uma medida como essa, mas que é necessário, inclusive para a economia:

“Nós não temos nenhuma satisfação de adotar uma medida como essa, temos a necessidade de adotar essa medida para proteger vidas. Sem vidas não há consumo, mortos não consomem. Mortos penalizam famílias, entristecem cidades, regiões, o estado de São Paulo e o país. O Estado chegou a 6mil e 500 pessoas internadas em leitos de UTI, número recorde desde fevereiro do ano passado.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.