Durante transferência de paciente com covid, respirador avaliado em R$ 70 mil é roubado de ambulância

Uma notícia tem causado indignação nas pessoas nesta quarta-feira (3). 

Em Santarém, oeste do Pará, uma equipe médica se preparava para a transferência de um paciente em estado grave por conta da covid 19, quando foi furtado de dentro da ambulância um respirador portátil que seria usado pelo paciente e custa cerca de r$ 70 mil. Segundo as informações no momento do furto a ambulância estava estacionada em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que atende de forma exclusiva pessoas infectadas pelo novo coronavírus. 

Ao retornar à ambulância, a equipe médica percebeu que o aparelho não estava no local e demonstrou indignação pelo ato de irresponsabilidade e descaso com a vida em pleno momento de pandemia. 

A transferência de pacientes da UPA-24 h, Hospital Municipal de Santarém e Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) é de responsabilidade de uma empresa terceirizada, a qual foi contratada para o serviço e é a proprietária da ambulância e do respirador roubado. 

A Polícia Civil investiga o caso com a ajuda de imagens de câmeras de segurança a fim de identificar os autores do crime. A direção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) está dando apoio à empresa contratada e pede ajuda a quem tiver alguma informação que possa ajudar a solucionar o caso e reforça ainda a importância do aparelho para a segurança de pacientes em processo de transferência.   

 

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Social.