Ocupação da UTI pediátrica em Salvador atinge marca de 70%: “Nunca tivemos um número tão alto”

As taxas de ocupação das UTIs Covid em Salvador tem registrado quedas interessantes, mas nesta quarta-feira (14) os leitos pediátricos ficaram com apenas 30% de disponibilidade. O número alto foi registrado pela primeira vez na capital baiana e chamou atenção do prefeito ACM Neto que se pronunciou.

“Houve um aumento significativo da demanda de internamentos pediátricos, por conta da Covid. Com todo esse debate, se escola deve ou não deve voltar, aqui em Salvador nós chegamos a 70% de ocupação dos leitos de UTI pediátricos. Nunca tivemos um número tão alto como esse, dos leitos pediátricos. Os leitos de adulto continuam sob controle, mas há aumento de casos graves que envolvem crianças”, disse o gestor.

Há 12 dias, Neto anunciou que os protocolos para retomada das aulas da rede municipal já haviam sido definidos. “Eu acho que já é possível começar a construir uma perspectiva, com muitos cuidados, critérios, regras e prazos. Está na hora da gente sentar para ver a retomada da educação”, falou o prefeito.Rebatendo o posicionamento do chefe do Executivo municipal, a coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores Educação do Estado da Bahia (APLB), Elza Melo, argumentou que “a situação é muito grave pra se falar em retomada”. Elza ressaltou também que a afirmação era “preocupante”, além de considerar que “o prefeito está se precipitando”.

Do PNotícias

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Neto faz duras críticas a infratores e fala sobre crianças na UTI: “Essas pessoas não têm um direito de exigir nada de ninguém”

Nesta terça-feira, o prefeito de Salvador, ACM Neto, fez duras críticas ao comportamento da população que se aglomerou no fim de semana. Então, segundo ele, os que desrespeitaram os decretos municipais e foram à praia estão debochando deles mesmos:

“Vocês podem ver como as pessoas se comportam. Depois levantam o dedo para exigir alguma coisa da prefeitura. Essas pessoas não têm um direito de exigir nada de ninguém. Porque a Guarda Civil chegava, fazia o ordenamento. Aí a Guarda Civil saída, e as pessoas voltavam com ar de escárnio, de deboche. Essas pessoas estão debochando das vidas delas próprias, dos seus familiares, dos seus vizinhos, dos seus colegas de trabalho e de cada cidadão da nossa cidade.”

Além disso, Neto revelou que mais de 70% dos leitos de UTI específicos para crianças estão ocupados:

“Todo movimento de aumento de casos serve de alerta para a prefeitura. Vamos aguardar para ver se o aumento no número de casos pediátricos foi um episódio ou algo mais permanente. Claro, que todos esses dados vão influenciar a decisão de retomada das aulas”

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.