Patroa que agrediu babá em Salvador terá que usar tornozeleira eletrônica por determinação da Justiça

Uma notícia é manchete nos principais meios de comunicação nesta quinta-feira (21). A empresária Melina Esteves França, investigada por agredir a babá Raiana Ribeiro, em Salvador, vai usar tornozeleira eletrônica por determinação da Justiça Federal. Esta informação foi confirmada pelo Ministério Público Federal (MPF). Raiana Ribeiro pulou do terceiro andar de um prédio para fugir das agressões da patroa.

O Ministério Público Federal informou ainda que o pedido de prisão preventiva da empresária foi indeferido em razão dela ser mãe de crianças pequenas. Entretanto, a Justiça determinou o uso de outras medidas cautelares, como o monitoramento eletrônico. O advogado da investigada informou que o aparelho será colocado nesta manhã, no Fórum Criminal que fica localizado no bairro Sussuarana.

A Justiça do Trabalho determinou uma série de obrigações trabalhistas para a agressora, sob pena de multa que ultrapassa R$ 300 mil. A empresária é investigada por violência doméstica contra 11 ex-funcionárias, além de Raiana. O MPF está analisando o inquérito policial para apontar a quantidade de crimes cometidos por Melina.

Circuitos internos de monitoramento da casa de Melina mostraram Raiana desmaiando após as agressões. Foram observados tapas, socos, chutes e puxões de cabelos. Logo em seguida, Raiana levanta e vai em direção a uma porta de vidro para respirar. A babá se desequilibra e cai desmaiada, atingindo uma das filhas de Melina que estava próximo. No dia 3 de setembro, Raiana contou que havia desmaiado em razão das agressões e porque ficava sem se alimentar no trabalho.

Melina Esteves França deixou o apartamento onde reside no bairro do Imbuí, em Salvador, sob protestos de moradores e escoltada por policiais civis, para ir prestar depoimento à polícia. A investigada foi liberada após ser ouvida.

A babá Raiana Ribeiro pulou do terceiro andar de um prédio na manhã de 25 de agosto para fugir de agressões. Contou que era mantida em cárcere privado pela patroa Melina Esteves França, que a agredia fisicamente. Raiana chegou a enviar mensagens de áudio para familiares pedindo
ajuda momentos antes de pular do prédio. A babá sofreu fraturas no pé e ficou internada no Hospital Geral do Estado (HGE). Neste mesmo dia, Raiana recebeu alta médica.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Sobe para três o número de mortos no caso da Capelinha de São Caetano

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quarta-feira (20). Subiu para três o número de mortos no ataque a Capelinha de São Caetano, segundo informações da Polícia Militar. A tragédia aconteceu na noite da última terça-feira (19), na 2ª Travessa da Jaqueira onde 10 pessoas foram atingidas por disparos de arma de fogo: Rafael Cidade dos Santos, que faleceu no local, Kesia Santana Santos, 22 anos, Irlan Oliveira Silva, 27, Ramon Silva Ribeiro, 32, Laerte Santos Pinheiro, 34, Caique Vinicios Santos Gonçalves, 19, Lara Maiana Oliveira Hungria, 19, Alan Felipe Evangelista dos Santos, 21, Lorena da Silva Andrade e um adolescente de apenas 17 anos.

As vítimas foram encaminhadas à princípio para a UPA de São Caetano e depois socorridas para o Hospital Geral do Estado, Hospital Ernesto Simões Filho e Hospital do Subúrbio. A Polícia Civil informou que o crime teria sido motivado por um desentendimento entre grupos de criminosos. Desde a noite dessa terça-feira testemunhas estão sendo ouvidas pela polícia e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o crime.

Foram divulgados nas redes sociais vídeos do ataque onde é possível ver uma pessoa aparentemente baleada sendo carregada pela população. Outro vídeo mostra criminosos efetuando disparos de arma de fogo em um homem caído ao chão. Todo o conteúdo foi filmado pelos bandidos e nele é possível perceber mais de 10 tiros na cabeça da vítima.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

“Ela foi até a portaria dizendo ‘o Luiz quer me matar’ “, afirma porteiro do prédio onde Kezia estava com o namorado advogado

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (20). A jovem Kezia, de 21 anos, morta a tiros pelo namorado na madrugada desse domingo (17), pediu ajuda ao porteiro do prédio antes de ser baleada. “Ela acessou o elevador e, ensanguentada, subiu até a portaria afirmando: ‘O Luiz quer me matar”, contou o porteiro em depoimento à polícia. O crime aconteceu em um apartamento de luxo no bairro Rio Vermelho, em Salvador.

O porteiro do prédio disse que acalmou a jovem e pediu que ela ficasse na guarita. A jovem ficou alí no local por cerca de 15 minutos. Késia retornou para o apartamento, após esse período, e logo em seguida foi ouvido um barulho de tiro.”O Sr. Luis foi até a portaria, bateu no vidro pedindo auxílio e depois trouxe a Kezia baleada. Ele arrastou o corpo até a portaria e deixou lá até pegar o carro. Em seguida, registou a ocorrência na ata do condomínio e também ligou para a polícia”, contou.

O porteiro confirmou que as brigas entre o casal eram frequentes, de modo que o acusado havia pedido em uma ocasião que a entrada de Késia no prédio não fosse permitida.”Ele pedia pra proibir, mas depois trazia ela para o imóvel”, disse.

O suspeito do crime, o advogado criminalista Luiz Meira, foi preso em flagrante na madrugada desse último domingo (17). O advogado é acusado de matar a namorada, Kezia Stefany da Silva Ribeiro, de 21 anos, na Rua Barro Vermelho, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. Luiz tinha um relacionamento com a vítima e a matou com um tiro de pistola 9mm disparado na cabeça. A investigação ainda procura identificar a motivação para o crime. 

Kezia chegou a ser socorrida pelo advogado para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas já estava morta quando chegou ao hospital. Luiz fugiu em seguida, mas foi encontrado instantes depois por agentes de polícia.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Noivo de uma das vítimas do ataque em paredão em Salvador relembra os últimos momentos da amada

Uma notícia é manchete nos principais meio de comunicação neste sábado (16). Felipe Rocha, noivo de Brenda Buri da Silva, 21 anos, uma das vítimas do ataque de grupo armado que resultou na morte de seis pessoas e outras 12 que ficaram feridas em uma festa de rua em Salvador, falou sobre os últimos momentos com a amada, quando ela estava recebendo atendimento médico.

Ela foi conversando comigo. Estava fraca já. A última coisa que ela falou foi que não ia morrer e que iria casar comigo”, lembrou Felipe Rocha, que pretendia se casar com Brenda no início do próximo ano. Felipe e Brenda foram convidados para se divertir com amigos na festa que acontecia no bairro Uruguai.“Uma dor imensa, essa mulher mudou minha vida. Eu não sei nem o que pensar agora. A mulher da minha vida foi embora”, lamentou Felipe.

Uma sobrevivente que não quis se identificar, falou sobre o momento em que foi atingida pelos disparos. Além dela, ficaram feridas no atentado outras 11 pessoas.“Eu vi os tiros e corri, aí quando eu caí no chão, eu vi tudo branco. Quando eu levantei tinha meio mundo de gente no chão”, contou a jovem sobrevivente.

A jovem que sobreviveu contou ainda que foi socorrida por um jovem que passava pelo local.“Só ouvi os tiros. Corri, mas a bala bateu na parede e bateu nas minhas costas. Eu me joguei no chão e gritei: ‘estou baleada’”, falou. Segundo a jovem, ela não vai frequentar mais festas deste tipo. “Muito doloroso, né? Pessoas jovens perdendo a vida assim, em um paredão. Eu sinceramente não vou mais”, afirmou.

O caso aconteceu entre a noite de terça (12) e a madrugada desta quarta-feira (13), na Rua Voluntários da Pátria, em uma localidade conhecida como Pistão. Informações iniciais da polícia apontam que uma briga entre pessoas que estavam na festa resultou em uma troca de tiros entre dois grupos armados, matando seis pessoas e deixando 12 feridas. Dois suspeitos de participarem do ataque foram presos e seguem custodiados no Hospital do Subúrbio, em Salvador.

Da redação do Acontece na Bahia

 Foto: Reprodução / TV Bahia

Tag(s): , , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.