Rui Costa faz homenagem emocionante aos guerreiros que combateram os incêndios na Chapada Diamantina: “Trabalharam incansavelmente”

O fato dos incêndios também terem começado na Chapada Dia preocupou os baianos nas últimas semanas. Contudo, no último domingo, foi informado que as chamas que atingiam as cidades de Mucugê, Andaraí e região foram finalmente controlados. De acordo com o Corpo de Bombeiros do estado, a situação está muito mais tranquila e hoje existem apenas pequenos focos. Diante disso, o governador Rui Costa fez uma homenagem emocionante aos guerreiros que combateram o fogo:

“Parabéns a todos os guerreiros que trabalharam incansavelmente no combate aos incêndios na Chapada Diamantina. Grande trabalho dos Bombeiros militares, brigadistas voluntários, técnicos do Inema, da Defesa Civil e da Sema, além do apoio permanente do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer). Agora, com o incêndio controlado na região, vamos manter o monitoramento e continuar atentos a novas ocorrências.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

‘Pacto pela vida’, diz Mandetta ao elogiar união de Rui e Neto no combate à covid-19

Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde do governo de Jair Bolsonaro (Sem partid0), a união do prefeito de Salvador ACM Neto e de  Rui Costa, na condução da luta contra a pandemia do novo coronavírus é um “pacto pela vida”.

“O primeiro passo de ser um país e se reconhecer como país, é a proteção da vida dos brasileiros. No caso da Bahia, governador e prefeito, embora com diferenças políticas, conseguiram fazer um pacto pela vida. Era esse pacto pela vida que a gente queria ver espalhado em todo mundo”, diz o ex-ministro

“Eu conversava com o governador do Ceará, que é do PT, com o de Santa Catarina, que era do PSL. Para mim, a parte política seria completamente eliminada. Acho que isso teria sido o papel que engrandeceria ainda mais. Naquele momento, o inimigo, o invasor, como temos muito militar, usando palavras militares, o invasor do solo pátrio, era o vírus. Não tinha outro elemento. Faltou essa noção de sociedade brasileira complexa da liderança e a gente se unir. Até certo ponto, o pessoal foi solidário e o brasileiro mostrou mais uma vez a solidariedade. São inúmeros exemplos e a imprensa fez o papel direitinho”,  completou ele

Ele ainda falou sobre a conduta de Bolsonaro sobre o combate ao novo coronavírus.

“Eu vi uma estratégia muito igual do Brasil com os Estados Unidos. Foi uma sequência igual. Trump aparece com a cloroquina, Bolsonaro aparece com a cloroquina. Depois Trump joga a culpa e politiza com a China, aí o filho do Bolsonaro chama de vírus chinês. A coisa vai indo, mas tem uma hora que, quando ele vê o sistema de saúde e vê que o problema era grave, ele dá um passo atrás e coloca o Anthony Fauci, que é um epidemiologista muito respeitado, passando a bola para os técnicos. Aqui no Brasil não, a ideia era tirar o Ministério da Saúde da fala, da condução e ter uma postura de criticar governadores e prefeitos que estavam na ponta com as armas que tinham”,  finalizou em entrevista a Metrópoles.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Regional.